Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/05/2006 15:24

Governo boliviano garante preço do gás ao Brasil

Maristela Brunetto / Campo Grande News

O governo boliviano garantiu hoje ao Brasil que a venda e os preços do gás ao País mesmo com a nacionalização dos hidrocarbonetos, anunciada ontem. O presidente Evo Morales determinou ontem, via decreto, que as reservas de petróleo e gás ficarão sob responsabilidade de empresa estatal.

"Este governo, com este decreto [de nacionalização], garante o cumprimento total, absoluto e inegociável de nossos compromissos sobre o gás natural", disse hoje o vice-presidente da Bolívia, Alvaro García Linera, à radio boliviana Fides, conforme divulgou nesta tarde a Folhaonline. "Isso está garantido, ninguém vai tocar", disse Linera.

A Bolívia fornece quase 30 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia ao Brasil. A Argentina também terá o fornecimento assegurado, recebendo cerca de cinco milhões de metros cúbicos.

Linera, porém, disse que o país vai negociar novos preços. O jornal boliviano El Deber informou que o valor do produto deve ficar em torno de US$ 3,23 por milhão de BTUs (cada BTU equivale a 26,8 metros cúbicos de gás) para o Brasil e US$ 3,18 por milhão de BTUs para a Argentina. O preço deve aumentar em pelo menos dois dólares, conforme disse o vice-presidente, segundo o El Deber. A tarefa caberá à estatal YPFB (Yacimienos Petrolíferos Fiscales Bolivianos).

Mato Grosso do Sul recebe cerca de R$ 20 milhões/ mês em ICMS referente à entrada do gás no Brasil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)