Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/08/2012 20:15

Governo aumenta repasses a UEMS e reitor garante manutenção de projetos

Brasiluza Neves, noticias ms

Campo Grande (MS) - O governo do Estado aumentou em 49% o valor nominal de recursos repassados à Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) em um período de cinco anos. No exercício de 2006 – último ano da administração anterior – o montante totalizou R$ 47,2 milhões. No exercício de 2011, esse valor chegou a R$ 70,4 milhões.

O resultado reflete a elevação gradativa do investimento, ano a ano. Em 2007, o total destinado atingiu R$ 48,9 milhões; em 2008, R$ 55,3 milhões; em 2009, R$ 62 milhões; e, em 2010, o governo do Estado assegurou repasse de R$ 65,7 milhões.

A evolução ao longo do ano de 2012 também indica aumento crescente do valor nominal a cada mês. Nesse semestre, que começou com repasse de R$ 5,5 milhões em janeiro, o restante dos meses teve repasses acima de R$ 6 milhões. Nos últimos três meses, por exemplo, a destinação financeira totalizou, respectivamente, R$ 6,3 milhões, R$ 6,5 milhões, e, agora em julho, R$ 6,6 milhões. O montante desse último mês é outro dado que ratifica o crescimento financeiro: o valor de R$ 6,6 milhões representa quase o dobro do que era destinado no mesmo período cinco anos atrás - em julho de 2007, a transferência foi equivalente a R$ 3,7 milhões.

De acordo com o reitor da UEMS, Fábio Edir dos Santos Costa, mesmo com a redução de despesas determinada pelo governador para equilibrar as contas públicas, a universidade tem a garantia de não perder recursos. “A universidade como instituição que faz parte da administração pública estadual tem que dar sua contribuição, mas o que for economizado vai ficar dentro a própria UEMS”, explica Fábio Edir. “Não vai haver redução nos repasses”, reiterou.

Mais repasses

Além do aumento nos repasses mensais, outros recursos destinados ao apoio pedagógico já foram liberados pelo Governo como R$ 362 mil repassados em março, e outros R$ 125 mil liberados em julho para compra de livros e atividades educacionais. O Governo já autorizou também outros R$ 311 mil que serão destinados ao transporte escolar, R$ 333 mil para a compra de computadores e outros R$ 100 mil para o apoio ao funcionamento da UEMS. O governo do Estado ressalta ainda que, apesar crise, os repasses são crescentes, e que a autonomia financeira e administrativa da Universidade Estadual está assegurada, cabendo a ela decidir como aplicar os recursos que continuam sendo destinados para o seu pleno funcionamento.



UEMS mantém estrutura e atendimento

As medidas adotadas para cumprir os índices de economia de custeio reforçam ações já planejadas pela direção da universidade, como a redução de gastos com ligações para telefone celular e o rigor no controle do pagamento de diárias e passagens. São medidas focadas no campo administrativo, que preservam a atividade acadêmica.

A garantia tranquiliza a comunidade acadêmica e pessoas de fora da universidade que são atendidas pelos projetos. A Casa da Cultura e o Núcleo de Práticas Jurídicas, que funcionam em prédios locados, continuarão funcionando normalmente. “Esses são locais que atendem à comunidade externa e não serão de forma alguma transferidos. A universidade fica a 12 quilômetros do centro e é importante mantermos a praticidade no acesso para as pessoas que utilizam os serviços”, reforça o reitor.

A única mudança prevista é na estrutura da Unidade II, e é uma proposta que está sendo estudada não apenas para a otimizar espaços, como para atender pedido dos acadêmicos. No local funcionam o ensino à distância e incubadoras. O reitor explica que essa estrutura vai ser absorvida na própria sede, sem prejuízo aos estudantes e professores. “O próprio curso de Turismo nos pediu e quer trazer para a unidade sede a empresa júnior”, explica o reitor da UEMS.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)