Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/05/2015 15:35

Governo analisa pedido de redução do ICMS da energia em dois segmentos rurais

Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) está avaliando pedido do segmento da avicultura do Estado, para a redução da carga tributária estadual sobre a energia elétrica, aumentada em 11,85% em 2013, segundo a Avimasul (Associação dos Avicultores de Mato Grosso do Sul).

De acordo com o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, Azambuja está fazendo um estudo na área de avicultura e suinocultura, além do setor produtivo que são as indústrias, componentes importantes para Mato Grosso do Sul. "O problema é que menos de 10% dos avicultores do Estado não tem a medição do aviário, mas sim de toda a propriedade e o governo quer dar beneficiar para o aviário e não para a propriedade", afirmou o secretário.

Em março, representantes da Avimasul se reuniram com secretários solicitando ações para que o setor não sofresse retrocesso em função do elevado custo para produzir, já que o preço pago pela energia elétrica só não sai mais cara que a mão de obra."O foco hoje é o setor produtivo e estamos mais voltados para a avicultura e suinocultura e queremos descobrir como podemos fazer uma redução no preço da energia elétrica para tornar esses dois setores mais competitivos", explicou.

No mesmo mês, a Fiems (Federação da Indústria) e Fecomércio (Federação do Comércio) pediram que o governador reduzisse a alíquota de ICMS de 17% para 12%, nos períodos de bandeira tarifária vermelha. A medida vale apenas para o setor produtivo, responsável por 35% da energia consumida pelo Estado.

Fomento - Verruck comentou que o governo quer criar um programa estadual de fomento à suinocultura e avicultura e estão se reunindo com as indústrias JBS e BR Foods para que possa ser feito a expansão desses segmentos no Estado. "Para isso daríamos um benefício para o produtor, que melhorariam a margem de ganho deles", afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)