Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

31/01/2011 17:30

Governo amplia benefícios que favorecem 6,7 mil micro e pequenas empresas no Estado

Guilherme Baroli, noticiasms

Campo Grande (MS) – O governo do Estado de Mato Grosso do Sul anunciou na manhã desta segunda-feira (31) medidas que ampliam benefícios a 6.754 micro e pequenas empresas. Uma delas é o decreto assinado pelo governador André Puccinelli que isenta o ICMS Garantido Diferencial de Alíquota do Microempreendedor Individual (MEI). Existem hoje no Estado 4,6 mil empresas nessa categoria.

Puccinelli concedeu ainda autorização para que a secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), mediante resolução, dispense a obrigatoriedade da emissão de Nota Fiscal Eletrônica a empresas que faturam até R$ 120 mil anuais. Atualmente são dispensados estabelecimentos com receita inferior a R$ 60 mil. Com o valor dobrado para a isenção, serão favorecidas 2.154 empresas.

Empresários precisam investir uma média de R$ 10 mil para implementar o uso da Nota Fiscal Eletrônica. Desafio para as micro e as pequenas empresas, a mudança exige investimento em computadores, softwares e treinamento de pessoal.

Com as contas públicas equilibradas, o governo coloca em prática o que foi prometido: redução gradual da carga tributária. De acordo com o superintendente de Administração Tributária da Sefaz, Jader Rieffe, os anúncios de hoje representam uma indução ao desenvolvimento.

“A redução de carga tributária, no caso dos MEI, é importante para que esses micro e pequeno empreendedores possam ter condições de operar a um custo menor suas mercadorias, pagando menos impostos. Já as empresas de pequeno porte que faturam até R$ 120 mil por ano terão dispensado o custo para implantar a Nota Eletrônica, o que volta ao próprio empresário no que diz respeito a lucro e também ao consumidor final em termos de preço”, sintetiza Rieffe.

A medida foi recebida como um estímulo ao setor pelo presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Luiz Fernando Buainain. “O governo mostra sua sensibilidade em incrementar e desenvolver a sustentabilidade das empresas sul-matogrossenses. Com essa isenção, nossas empresas terão mais competitividade adequada com as que vem de fora do Estado. Uma medida acertada onde o governador ouve as entidades e o setor produtivo e coloca ações efetivas em prática”.

A principal vantagem das ações anunciadas garante fôlego no momento considerado crucial aos novos empreendedores. “[A insenção] é fundamental para quem está no nível inicial de seu empreendimento porque com muito menos investimento o empresário pode continuar o seu negócio, podendo crescer e se desenvolver. Essa medida deve também despertar nesses empreendedores a necessidade de se investir em conhecimento, treinamentos em vendas e em produção, para atender cada vez melhor seus clientes”, acredita o presidente da Federação das Associações Empresariais do Mato Grosso do Sul, Leocir Montagna.

Diálogo entre governo e classe produtiva

A ampliação do benefício revela um momento importante para os micro e pequeno empresários segundo o diretor-superintendente do Sebrae-MS, Cláudio George Mendonça. Fruto do diálogo entre a administração estadual e a classe produtiva. “Como o Sebrae é um serviço de apoio à pequena empresa, trabalhamos muito em conjunto com os técnicos do governo e há uma grande abertura do poder executivo para que possamos discutir e mostrar as dificuldades do setor no dia-a-dia”, explica Mendonça.

O diretor-superintendente do Sebrae-MS acrescenta ainda que as duas ações divulgadas hoje pelo governo trazem um alento ao pequeno empresário. “E a possibilidade de expansão, além de desonerar alguns que ficariam na ilegalidade, porque não conseguiriam implementar a curto prazo a questão da Nota Fiscal Eletrônica”, finaliza.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)