Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

01/10/2007 13:54

Governo ainda não usou verba do Fundersul este ano

Maristela Brunetto e Fernanda Mathias - Campo Grande News

O governo estadual ainda não investiu recursos do Fundersul neste ano para a recuperação de estradas e pontes. O tributo é cobrado de produtores por grãos e animais transportados. Em reunião com agropecuaristas esta manhã, na sede da Famasul, o secretário de Obras Edson Giroto, prometeu o início da destinação em novembro.

Segundo ele, o fundo deve fechar o ano com receita de R$ 65 milhões, porém serão gastos este ano R$ 35 milhões em vias não pavimentadas e R$ 6 milhões em pontes. A condição destas foi motivo de uma série de queixas a Giroto. Produtores apontam a precariedade e o risco de desabar, uma vez que algumas são muito velhas.

Conforme ele, a partir de 2008 o governo pretende substituir as pontes pelas de concreto. Giroto justificou aos produtores que o dinheiro do fundo não foi investido porque por conta das dificuldades do início do novo governo. Ele chegou a citar a precariedade em unidades da Agesul no interior, apontando a falta de informatização, que deve ser resolvida até 2008.

O secretário informou que a malha estadual tem 12,5 mil quilômetrois de vias não pavimentadas, 3,3 mil pavimentadas e 21 quilômetros de pontes, somando 1080 unidades.

Hoje cedo, o governador André Puccinelli comentou brevemente a cobrança de produtores, dizendo que a Secretaria de Fazenda está aberta para revelar dados ao setor.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)