Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/12/2005 16:00

Governo ainda não tem recurso para pagar restante do 13%

João Prestes / Campo Grande News

O governo do Estado ainda aguarda o desenrolar das negociações, em Brasília, que podem assegurar os recursos necessários para quitar o restante do 13º salário do funcionalismo público. Na terça-feira, dia 20, foi liberada parcela de 75% do valor do 13º de cada servidor, totalizando montante de R$ 65 milhões conseguidos junto ao Banco do Brasil, relativo ao contrato para administração das contas correntes do governo.

Os 25% restantes – que compreendem R$ 21 milhões, segundo o secretário de Gestão Pública, Ronaldo Franco – deveriam ser pagos até amanhã, 23, último dia útil antes do Natal. Mas para isso o governo conta com os recursos do ressarcimento de pagamentos de aposentados e pensionistas do antigo Ipemat (Instituto de Previdência de Mato Grosso) por parte do governo federal. “Estamos aguardando uma definição de Brasília”, disse Franco.

A Medida Provisória abrindo dotação orçamentária foi publicada na sexta-feira, dia 16, no Diário Oficial da União, prevendo repassar R$ 61 milhões a Mato Grosso do Sul e R$ 69 milhões a Mato Grosso. Faltava assinar o convênio, publicar o extrato para o Ministério da Fazenda poder repassar os recursos. Os contatos em Brasília estavam a cargo do senador Delcídio do Amaral.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)