Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/04/2008 18:45

Governo acena com proposta e policiais cancelam protesto

Marta Ferreira/Campo Grande News

A promessa de governo de uma nova proposta de reajuste salarial, a ser apresentada na terça-feira, frustrou uma mobilização dos policis civis de Mato Grosso do Sul, que pretendiam boicotar uma operação policial nesta sexta-feira. Os policiais haviam decidido em assembléia fazer um boicote à Operação Tentáculo, ação que a polícia tem desenvolvido semanalmente para combater a criminalidade na cidade, mas desistiram da idéia, depois que o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, chamou representantes do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis) para intemediar um novo encontro com o governador André Puccinelli, às 15h de terça-feira, o que significa uma reabertura de negociações.

Ontem, elas haviam sido dadas como encerradas. A categoria fez assembléia esta semana e definiu pelo indicativo de greve para a próxima semana. O presidente do Sinpol, Paulo Flávio Carvalho, afirmo que, além da conversa que o governador, que segundo ele, tem a promessa de uma proposta melhor de reajuste, a desistência da mobilização prevista para hoje também foi por que a categoria consideral que poderia haver ilegalidade em qualquer ato no momento, uma vez que o movimento grevista ainda não foi deflagrado.

O governo oferece 7,79% de aumento aos policiais. Eles querem uma negociação em outros patamares. Defendem que a remuneração mínima passe ser de 40% do salário de um delegado (7,2 mil). Isso elevaria elevaria o salário investigadores, escrivães e papiloscopistas de R$ 1,6 mil para R$ 2,8 mil, e significaria um ganho salarial de 75%.

A categoria também quer que o governo crie mais uma classe de salários entre os agentes. A 4ª categoria seria para os que entrassem por concurso público que ganhariam o que hoje recebem os em início de carreira: R$ 1,6 mil. A criação dessa classe elevaria simultaneamente os salários dos mais antigos na corporação.

A operação que os policiais pretendiam boicotar saiu do Garras (Grupo Armado de Repressão a Assaltos, Roubos e Seqüestros), com cerca de 70 agentes. O secretário Wantuir Jacini esteve no local para dar a largada à ação, assim como dirigentes do Sinpol.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)