Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/02/2012 15:50

Governador quer convidar Dilma para inaugurar rodovia

Campo Grande News/ Wendell Reis

O governador André Puccinelli (PMDB) informou na manhã desta quarta-feira (29), durante evento na Governadoria, que solicitou R$ 23 milhões ao ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, para conclusão da rodovia MS-359, do trevo da BR-163, em Coxim, até a divisa com o estado de Goiás.

Ao falar da rodovia, o governador disse que convidará a presidente Dilma Rousseff (PT) para inaugurar a obra. “Pedimos a complementação de R$ 22,4 milhões, que termina a MS-359. São 233 quilômetros, com grama, com ponte, tudo. Ai , convidaríamos a presidenta para inaugurar uma obra que é muito grande”.

A MS-359 tem 233 quilômetros e o Governo do Estado só precisa concluir a primeira etapa urbana no município de Alcinópolis e a parte final, já na divisa com o estado de Goiás, no trecho intermediário. Puccinelli avalia que faltam 20 quilômetros para o término da rodovia.

O governador garantiu que não falou sobre a indicação do superintendente estadual do DNIT durante reunião com o ministro. “Não falo mais disso e volto a repetir: Quem afirmar que eu tive com o Zeca, José Luiz Vianna, na biblioteca do Senado, é mentiroso e sem vergonha”.

Polêmica no DNIT - No dia 9 de fevereiro, ao saber da suposta reunião entre Vianna - cotado para assumir o cargo por indicação do diretor-geral do DNIT, Jorge Fraxe - com a bancada de Puccinelli, o senador Delcídio Amaral (PT) e os deputados Antônio Carlos Biffi (PT) e Vander Loubet (PT) foram até Fraxe para denunciar o possível envolvimento político de Viana com o grupo do governador. Entretanto, Puccinelli negou que tenha se encontrado com Vianna.

A cúpula do Dnit foi punida com demissão em processo administrativo disciplinar no dia 2 de janeiro. Na ocasião, foram demitidos o superintendente, Marcelo Miranda, o chefe do Serviço de Engenharia, Guilherme Alcântara de Carvalho, e Carlos Roberto Milhorim, chefe do Dnit em Dourados. O Dnit está sob o comando interino do engenheiro Antônio Carlos Nogueira, desde a demissão de Marcelo Miranda, no início de janeiro.

O engenheiro Carlos Antônio Marcos Pascoal era o indicado da bancada federal de Mato Grosso do Sul para o cargo, mas sua posse foi suspensa depois que o Campo Grande News divulgou que ele passou por investigação no TCU (Tribunal de Contas da União). Pascoal é investigado por irregularidades em três contratos de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) na BR-163, divisa de Mato Grosso com o Pará. A investigação envolve recursos de R$ 500 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)