Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/09/2007 07:37

GO: Geraldo Crispim é o novo desembargador do TJ

TJGO

O juiz Geraldo Leandro Santana Crispim tomou posse ontem (21) no cargo de desembargador, às 14 horas, em sessão solene realizada no Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ). Ele foi escolhido por maioria de votos (16X1) no Órgão Especial, no último 27 de agosto, pelo critério de merecimento, para ocupar a vaga surgida com a morte do desembargador Geraldo Salvador de Moura, ocorrida em 30 de junho

Entre as autoridades presentes estavam, além do presidente do TJ, desembargador José Lenar de Melo Bandeira; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Vítor Barboza Lenza; o procurador-geral de Justiça, Eduardo Abdon Moura; presidente da Associação dos Magistrado de Goiás (Asmego), juiz Wilson da Silva Dias; presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás (OAB-GO), Miguel Ângelo Cançado; sub-procurador-geral da República, Wagner Gonçalves; presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 18ª Região, desembargador federal Elvécio Moura dos Santos; presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Edson Ferreira e a conselheira Maria Teresa Garrido, representando o Tribunal de Contas do Município (TCM), ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Castro Filho e o procurador-geral do Estado, Dourival Santomé.

Ainda entre as autoridades públicas presentes: o governador Alcides Rodrigues Filho e o vice-governador, Ademir de Oliveira Menezes; o prefeito de Goiânia Íris Rezende Machado; presidente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Jardel Sebba; presidente da Câmara Municipal de Goiânia, deputado João Campos; vereador Deivison Costa; secretário estadual de saúde, Cairo de Freitas e o ex-governador Maguito Vilela.

Saudações

Após a execução do Hino Nacional, pelo cantor e compositor Marcelo Barra, o presidente do TJ convidou Leandro Crispim a prestar o juramento de posse, após o que ele recebeu o diploma e Colar de Mérito Judiciário. Em seguida, o desembargador Jamil Pereira de Macedo saudou o novo colega, reverenciando os desembargadores Geraldo Salvador de Moura e Geraldo Crispim Borges, antecessor e pai do empossando. Relembrando a trajetória de Leandro Crispim, Jamil o elogiou pelo brilhantismo e dedicação à carreira. "De minha parte, tenho a testemunhar-lhe a correção, o equilíbrio e a independência de suas decisões calcadas no seu estilo peculiar claro, simples e coerente", comentou.

Ainda segundo Jamil, era de se esperar que, em razão de sua ascenção na magistratura, Leandro Crispim estivesse, na ocasião, experimentando um misto de responsabildade e alegria. Responsabilidade, a seu ver, pela consciência do grande número de virtudes necessárias para o perfeito exercício da função de julgar no TJ e alegria por ingressar na mais alta corte de Justiça do Estado. Finalmente, lembrando a fábula "O Leão e a Montanha" e também em alusão ao nome do empossando, Jamil saudou: "Parabéns, homem-leão, por ter vencido o grande desafio, consciente de que, como o leão da fábula, sempre poderia crescer e um dia chegaria, como chegou, ao alto da montanha".

Para Eduardo Abdon Moura, a ocasião lhe era particularmente especial porque Leandro Crispim estava preenchendo a vaga que pertencera a seu tio, Geraldo Salvador, "um grande homem", a quem atribuiu o crédito de ter lhe ensinado a ser firme sem perder a sensibilidade, de forma a humanizar o Direito, sem quebrar-lhe as regras. O procurador-geral de Justiça homenageou, ainda, o presidente do TJ, dizendo ter ele demonstrado "excelente pendor administrativo" com a implantação, "de forma histórica e pioneira" do Plano Estratégico.

Lembrando que além dos desafios institucionais, o mundo moderno impõe à Justiça brasileira complexas questões jurídicas, Eduardo Abdon finalizou: "Ao jovem Leandro Crispim, que ora assume o dignificante cargo de desembargador deste Tribunal, fica meu reconhecimento pela bela carreira que percorreu até aqui e a certeza de que exercerá com galhardia e brilhantismo este novo múnus que a vida lhe apresenta".

Por sua vez, Miguel Cançado tomou como exemplo o escândalo do mensalão e a absolvição de Renan Calheiros para enfatizar o que chamou de "crise social gravíssima" por que passa a sociedade brasileira. Nesse contexto, se dirigiu a Leandro Crispim, saudando-o e lembrando-lhe da necessidade de especial sensibilidade e humanidade no trato das questões conflitantes do homem. "Fazer justiça pesando desejos, direitos, sonhos e ambições exige também conhecimento e sabedoria, além de coragem e inteligência", frisou.

Emoção

"Eu que sempre me debrucei nos textos de lei, esmiuçando vocábulos e transcedendo-os na busca da justa interpretação, vejo-me agora, neste momento, completamente desamparado da palavra certa para dimensionar e emoção que me invade". Foi com essas palavras que Leandro Crispim tentou, em seu discurso, expressar a alegria, gratidão e contentamento com que assumiu o cargo, destacando ter plena consciência da grandeza e gravidade de suas novas atribuições.

Dizendo-se convicto de que sua carreira "foi uma construção de anos e uma vocação que se expressou aos poucos", o desembargador admitiu que, quando mais jovem, não se imaginava na carreira, embora tendo acompanhado desde cedo a seriedade com que seu pai encarava o trabalho e se impressionado com o tempo e o estudo que ele dedicava aos processos. Fazendo um breve relato de sua história profissional, Leandro Crispim asseverou que sua ascenção ao cargo de desembargador representa a realização de um sonho, de uma determinação, de um caminho construído ao longo dos anos no trabalho incessante e firme da atividade jurisdicional. "A promoção profissional não há de ser mero desejo, mas resultado da edificação de uma vita inteira de trabalho", comentou.

Trajetória

Geraldo Leandro Santana Crispim nasceu em 25 de dezembro de 1961, em Goiatuba (GO). É filho do desembargador Geraldo Crispim Borges e Maria Santana Crispim, tendo concluído o curso de Direito pela Universidade Católica de Goiás em 1985. Aprovado em concurso público e por decreto governamental, Geraldo Leandro iniciou a carreira na magistratura em 1988 pela comarca de Uruana. Passou pelas comarcas de Crixás (merecimento) e Anápolis (antiguidade) até ser removido para Goiânia, em 29 de outubro de 1992, para o cargo de 2º juiz da 3ª Vara Cível, onde permaneceu até a presente data. Teve estendidas a competência e jurisdição para comarcas do interior e varas da Capital e indicado coordenador dos juízes eleitorais de Goiânia nas eleições de 2002.

Foi convocado para substituir no TJ por 10 vezes. Neste ano substituiu os desembargadores Jamil Pereira de Macedo, Walter Carlos Lemes e Huygens Bandeira de Melo. Foi membro do Conselho Deliberativo e diretor do Departamento de Esportes da Associação dos Magistrados de Goiás (Asmego). Geraldo Leandro participou de diversos fóruns e ciclo de palestras relacionados à sua profissão, tendo recebido o título de cidadão uruanense e anapolino, sendo nesta comarca agraciado com o título de comendador. Segundo dados da Corregedoria_Geral da Justiça, a produção do juiz este ano no TJ, foi a seguinte: 431 processos distribuídos, 354 julgados, 255 conferidos, 156 conclusos e 384 votos proferidos..(CCS)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)