Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/02/2014 16:50

Gestante pode ter sido a primeira vítima da dengue este ano no Estado

Correio do Estado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) investiga a primeira morte que pode ter sido causada pela dengue em Mato Grosso do Sul. A vítima é uma jovem de 24 anos, que estava grávida de 33 semanas. Ela morreu em Campo Grande, no dia 1º de fevereiro. Até a última atualização do boletim epidemiológico publicado pela secretaria, na quarta-feira (5), o Estado já tinha 1.150 notificações de dengue. A jovem que morreu em Campo Grande havia sido internada em Bonito no dia 31 de janeiro e, em seguida, transferida para a capital.

Conforme informações da SES, a jovem morava em Bonito e o caso de dengue foi notificado já em Campo Grande. Com o estado de saúde considerado grave, ela morreu no dia 1º, vítima de insuficiência respiratória. O caso foi classificado como suspeita de dengue grave.

A diretora em vigilância da SES, Bernadete Lewandowski, afirma que apenas a necrópsia pode confirmar se a morte da jovem foi decorrente de dengue, de fato. Os sintomas, diz, podem ser de outras doenças também. “Precisamos esperar o exame para confirmar. A necrópsia fica pronta em 10 dias”, afirma a médica.

Grávidas, crianças e idosos integram o grupo de risco da doença. Bernadete explica que estes são os grupos que mais inspiram cuidados em caso de dengue e, por isso, ao menor sintoma da doença, uma unidade de saúde deve ser procurada, para o início do tratamento. Outro risco é a automedicação em caso de dengue. O paciente só pode tomar medicamentos após recomendação médica.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)