Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/09/2007 09:05

Gerson Camata defende castração química de pedófilos

Agência Senado

Gerson Camata defende castração química de pedófilosA aplicação de pena de castração química está sendo defendida pelo senador Gerson Camata (PMDB-ES) nos casos de crimes de violência sexual praticados por pedófilos - definição aplicada a pessoas que buscar manter práticas sexuais com crianças. A proposta (PLS 552/07) será examinada em decisão terminativa na Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ), onde começa a tramitar.

O projeto altera o Código Penal - a Lei 2.848, de 1940 - para sugerir a castração do pedófilo envolvido em quatro modalidades de delito, entre os quais os crimes de estupro e de atentado violento ao pudor (atos libidinosos diversos do ato sexual). A lista também inclui delitos que envolvam posse sexual mediante fraude (corromper ou facilitar a corrupção de maior de 14 e menor de 18 anos) ou com violência sexual implícita - quando a vítima ou é menor de 14 anos ou apresenta debilidade mental ou, ainda, esteja impossibilitada de se defender.

Na justificativa, Gerson Camata observa que a pedofilia é uma moléstia reconhecida pela comunidade científica, descrita no Código de Doenças, que precisa ser debelada em sua origem, "com a máxima objetividade e o necessário rigor". Enfrentamento tão drástico, como entende, justifica-se diante das graves conseqüência do problema para a sociedade.

De acordo com o senador, menores são submetidos a violências psicológicas graves por indivíduos que, na prática, são incapazes de se reabilitar perante a sociedade. Isso se deve, como afirma, ao elevado grau de deformação que apresentam em seu psiquismo. Por isso, acrescenta, mesmos países com avançados sistemas carcerários - com sofisticada atenção física e médica - já propõem que pedófilos sejam castrados, como meio de impedir provável reincidência.

Ainda sem relator, a matéria poderá receber emendas na CCJ até quarta-feira (26).

Gorette Brandão / Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)