Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

22/08/2007 14:53

Genoino e Dirceu eram líderes do mensalão, diz procurado

O procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza disse nesta quarta-feira (22), ao apresentar a denúncia sobre o esquema do mensalão ao STF (Supremo Tribunal Federal), que o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente do PT José Genoino, eram os líderes do esquema. "Não é possível imaginar que um esquema desse porte tenha existido sem o envolvimento de algum membro do governo e de integrantes do partido do governo", afirmou o procurador em seu discurso no STF.

Outras figuras importantes na arquitetura do mensalão, segundo o procurador, eram Silvio Pereira (ex-secretário-geral do PT) e Delúbio Soares (ex-tesoureiro do partido). Para Souza, Genoino era a "principal face política" do esquema, ou seja, negociava os acordos com os partidos governistas, oferecendo "vantagem" em troca de apoio."Além do papel político indispensável pelo sucesso do esquema, Genoino tinha muita confiança em Marcos Valério."

Segundo a denúncia, Dirceu "homologava" todos os acordos negociados com os partidos da base aliada para garantir apoio político no Congresso. Delúbio Soares, sustentou o procurador, era o "principal interlocutor entre os núcleos do esquema", enquanto Silvio Pereira "articulava nomeações para cargos chaves do governo federal".

Para Souza, caso os acordos não tivessem nada de ilegal, eles teriam sido feito "à luz do dia". "Por que não fazer às claras como fazem as pessoas de bem? Por que os valores vinham em pacotes, sacolas, malas e dinheiro vivo? Por que o dinheiro era depositado em conta bancária no exterior não declarada à Receita Federal?", questionou.

Ele explicou também que o julgamento desta quarta-feira tem o objetivo de verificar se há indícios suficientes para abrir processo criminal contra os envolvidos, sem a função de condenar ou absolver os acusados. "Não se discute e nem pode ocorrer a condenação, não estão em julgamento instituições do Estado ou partidos", disse.

Souza disse que a denúncia deve obedecer a duas exigências - a descrição dos fatos e a apresentação de provas suficientes que justifiquem a abertura de processo. Na visão do procurador, a denúncia cumpre essas duas prerrogativas: "A denúncia contém de forma clara e detalhada a descrição dos fatos imputados."

Ele lembrou também que será garantido o amplo direito de defesa aos 40 acusados de envolvimento no esquema do mensalão. Entretanto, ele ressaltou que, diante da gravidade das acusações, uma investigação não pode deixar de ser feita. O argumento foi usado pelo procurador numa tentativa de convencer o Supremo a aceitar a denúncia contra os envolvidos do esquema.


G1

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)