Cassilândia, Segunda-feira, 23 de Novembro de 2020

Últimas Notícias

05/12/2016 22:00

Gasolina terá aumento de 8,1% e diesel de 9,5%, anuncia Petrobras

Nyelder Rodrigues, Campo Grande News

Após duas reduções consecutivas em outubro e novembro, a Petrobras anunciou nesta segunda-feira (5) que irá reajustar os preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. Como a estatal detém predomínio no mercado nacional, o aumento deve chegar em breve às bombas nos postos de combustíveis no país.

Os novos valores passam a ser praticados nas refinarias a partir desta terça-feira (6). O aumento, definido pelo GEMP (Grupo Executivo de Mercado e Preços) após reunião nesta tarde decidiu subir em 9,5% o preço do diesel e em 8,1% no preço gasolina que é vendido para as distribuidoras, e depois revendido aos postos.

"As principais variáveis que explicam a decisão do Grupo Executivo são o aumento observado nos preços do petróleo e derivados e desvalorização da taxa de câmbio no período recente", frisa em nota a Petrobras.

A estatal ainda revela cálculo em que estima aumento de até R$ 0,17 no litro de diesel e R$ 0,12 no litro da gasolina nos postos. "Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado, sem alteração das demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 5,5% ou cerca de R$ 0,17 por litro, e a gasolina 3,4% ou R$ 0,12 por litro".

Reduções - A redução no preço dos combustíveis feito pela Petrobras em novembro foi de 10,4% para o diesel e 3,1% para a gasolina, enquanto que em outubro a queda foi de, respectivamente, 2,7% e 3,2% na refinaria.

Entretanto, os valores praticados nas distribuidoras, e consequentemente nos postos, não sofreu redução. Pelo contrário, houve aumento nos preços para o consumidor. A justificativa foi de alta no preço do etanol, que é misturado à gasolina.

Em dezembro, a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) fez um acordo mundial de redução da produção de petróleo, com a finalidade de segurar o preço do barril do produto, alvo de constantes quedas no mercado global, situação que causou problemas para os países produtores.

A situação mundial pressionou com que também houvesse reajuste no Brasil, concretizado hoje e válido por um mês, pelo menos, já que mensalmente os preços são revisados pela Petrobras, conforme política interna da empresa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 23 de Novembro de 2020
Domingo, 22 de Novembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)