Cassilândia, Sábado, 22 de Julho de 2017

Últimas Notícias

23/06/2014 18:56

Ganhador na Mega-Sena doa R$ 3,7 milhões a hospitais do Estado

Caroline Maldonado, Campo Grande News
Entrega do cheque simbólico ao Hospital de Câncer Alfredo Abrão (Foto: Denilson Rodrigues)Entrega do cheque simbólico ao Hospital de Câncer Alfredo Abrão (Foto: Denilson Rodrigues)

O morador de Figueirão, a 226 quilômetros de Campo Grande, conhecido como Nola Meneguessi, 70 anos, que ganhou o prêmio de R$ 37.626.306,90 na Mega-Sena, oficializou ontem (22) a doação de R$ 3,7 milhões para o Hospital do Câncer de Barretos, Hospital de Câncer Alfredo Abrão e Hospital Municipal de Figueirão. Os dois primeiros receberam R$ 1 milhão cada, o hospital municipal ganhou R$ 700 mil e mais R$ 1 milhão foi doado para o leilão.

A doação é fruto de uma promessa que o ganhador fez antes mesmo de ser contemplado com o prêmio da loteria. Ele perdeu o pai e a irmã, que morreram de câncer, segundo o proprietário da lotérica do município, João Furtado de Moraes. “Ele comentou com todo mundo que a promessa dele era dar 10% para algum hospital que fizesse o tratamento da doença”, afirma.

Somente para o Hospital Alfredo Abrão, foram doados R$ 1 milhão, valor muito acima do que a instituição consegue arrecadar, em média, por mês. Segundo o presidente do hospital, Carlos Alberto Coimbra, com a doação serão comprados equipamentos e será iniciada a construção de um bunker, o local adequado para instalação da máquina de radioterapia. “Essa doação foi uma maravilha, pois nós estávamos realmente precisando muito. Por mês nós recebemos cerca de R$170 mil em doações, então esse um milhão é uma quantia muito significativa”, afirma o presidente.

A generosidade do morador da cidade, que cria e comercializa gado, não parou por aí. Além de ajudar os quatro irmãos e o sobrinho, ele doou um climatizador de ar para a casa lotérica. “Foi uma benção, porque a gente estava precisando muito e nunca dava para comprar. É um equipamento moderno que custa R$ 8.400”.

O amigo Francisco Tomaz da Cunha também entrou na lista dos contemplados pela generosidade do novo milionário e ganhou um caminhão 0 Km. “Foi uma surpresa boa. Ele é um amigo muito querido, de longa data”, conta o morador conhecido como “Chiquinho”, que aguarda o caminhão deve chegar hoje a cidade.

A principio, o milionário iria fazer a doação dos 10% do prêmio apenas para o Hospital de Barretos, mas em conversas com os amigos da cidade resolver dividir o prêmio, segundo o vice-prefeito de Figueirão, Rogério Rosalin. “Nós levamos ele para conhecer o hospital de Campo Grande, ele gostou e resolveu ajudar também”, conta. Sobre a doação para o município, Rogério conta que foi comprado um aparelho de Raio X digital de última geração. “Só em Naviraí e Corumbá tem um igual, nem Campo Grande não tem”, afirma.

Rogério, que é um dos organizadores do leilão, conta que o evento é realizado há nove anos por produtores do município, foi ampliando em função da doação. “Antes as doações eram apenas para o Hospital de Barretos, como nesse ano tivemos esse valor maior, resolvemos ampliar o leilão”.

A rotina do novo milionário não mudou muito, de acordo com os amigos. Ele mora no mesmo lugar, uma propriedade próxima a cidade e medo de assalto ele não tem, porque já aplicou todo o dinheiro, conforme Rogério. “Nós colocamos dois seguranças para cuidar ele no dia do leilão. Os homens ficarão vigiando de longe, porque ele mesmo não quer segurança. Mas aqui é muito difícil de acontecer alguma coisa, porque a cidade não é rota para outro lugar. Então, qualquer veículo que entra aqui a Polícia Militar já checa quem é e o que veio fazer aqui”, conta o vice-prefeito.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 22 de Julho de 2017
Sexta, 21 de Julho de 2017
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do dia
Quinta, 20 de Julho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)