Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/04/2005 07:21

Futebol: Confira como foi o jogo Brasil e Equador

CBFNews

O Brasil goleou o Equador por 4 a 1 nesta sexta-feira, em Maracaibo, e vai em busca do seu sétimo título no Sul-Americano Sub-17 no jogo de domingo contra o Uruguai, em Maracaibo, às 20h30 (horário de Brasília). O resultado assegurou também a vaga da Seleção Brasileira no Mundial do Peru, ao lado do Uruguai, que na preliminar derrotou a Colômbia por 1 a 0. O Campeonato Mundial Sub-17 de 2005 do Peru será disputado de 16 de setembro a 2 de outubro.

Ramon, com dois belos gols, Igor e Ânderson marcaram na viória do Brasil, que havia goleado o Equador por 5 a 1 na primeira fase do Sul-Americano.

Dificuldade e belo gol no primeiro tempo

A Seleção Brasileira deu a impressão de que não encontraria dificuldade na partida. Com menos de um minuto, Igor teve a chance e quase abriu o marcador. Mas logo o panorama do jogo se alterou, em virtude do eficiente esquema defensivo montado pelo adversário a partir do meio-campo.

O time equatoriano fazia um forte bloqueio na frente da sua área, conseguia marcar com seguranças as tentativas pelas laterais, o que é um ponto forte da Seleção Brasileira, e com isso não permitia que os jogadores brasileiros fizessem prevalecer o seu melhor toque de bola - muito marcados, acabavam errando a maioria dos passes e sendo desarmados nas tentativas de dribles.

O Brasil tinha o domínio do jogo, mas não conseguia traduzir a superioridade em lances de perigo. Com isso, o Equador, que entrou nitidamente para se defender, passou também a buscar o ataque, mas igualmente sem ameçar com uma chance real para fazer seu gol.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Brasil conseguiu forçar um pouco mais. Aos 43 minutos, Igor girou bem dentro da área, chutou forte, mas goleiro Mendoza evitou gol com boa defesa. No minuto seguinte, a criatividade do jogador brasileiro apareceu com Ramon para pôr o time em vantagem. Ele avançou com a bola dominada, passou em meio a quatro adversários e chutou forte no cando direito, para fazer 1 a 0.

No segundo tempo, os 4 a 1, com outro bonito gol

O Equador, no segundo tempo, abandonou o seu rígido sistema defensivo, pois só a vitória o manteria com alguma chance de ficar com uma das duas vagas para o Mundial do Peru.

Na busca do gol do empate, o time equatoriano passou a conceder espaços que anunciavam uma derrota mais do que previsível. Espaços que a Seleção Brasileira, com sua maior categoria, soube muito bem aproveitar e transformar em gols como aconteceu logo aos 9 minutos: Ânderson cobrou falta do lado direito do ataque e Igor apareceu no meio da área para desviar com uma cabeçada: 2 a 0.

O caminho para a goleada estava aberto. Ainda mais que no jogo começaram a aparecer os lances individuais dos jogadores do Brasil, levando seguidamente vantagem sobre os adversários, que já não conseguiam mais marcar com a mesma aplicação.

Aos 14 minutos, outra vez com Ramon, uma demonstração de categoria terminou em gol. O meia recebu dentro da área, driblou três e chutou - agora com o pé esquerdo - longe do alcance do goleiro para fazer 3 a 0.

O quarto gol não demorou. Dois minutos depois, Kerlon cobrou falta, Igor desviou e o goleiro falhou, soltando a bola, do que Ânderson se aproveitou para, com rapidez, completar para o gol.

A essa altura, com a vitória e a vaga para o Mundial asseguradas, a Seleção Brasileira relaxou um pouco na marcação - em um lance de desatenção, o Equador chegou ao seu gol, com um chute de Villacís, de fora da área.

O técnico Nélson Rodrigues aproveitou para poupar Marcelo, que teve a sua escalação ameaçada, e pôs Tássio no jogo. Renato entrou no lugar de Ramon e Maurício no de Roberto. O time ainda teve chance de ampliar a vitória, mas o placar ficou mesmo nos 4 a 1, mais do que suficientes para credenciar o Brasil, que terá a vantagem do empate pelo saldo de gols, na final de domingo contra o Uruguai.

A Seleção Brasileira jogou com Felipe (Santos), Leyrielton (Goiás), Sidnei (Internacional), Samuel (Atlético Mineiro) e Marcelo (Fluminense), depois Tássio (Vitória); Roberto (Guarani), depois Maurício (Corinhians), Denílson (São Paulo), Ramon (Atlético Mineiro), depois Renato (Flamengo) e Kerlon (Cruzeiro); Ânderson (Grêmio) e Igor (Corinthians).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)