Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/02/2004 06:57

Fundo para pesquisa sobre ferrugem asiática da soja

Mapa Imprensa

A cadeia produtiva da soja estuda a criação de um fundo privado para investimentos em pesquisa e disseminação de informações sobre a ferrugem asiática da soja, que atacou mais cedo as lavouras do país. O fungo está presente em praticamente todas as regiões produtoras e ataca com maior gravidade as produções dos estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Bahia.

A criação do fundo foi sugerida hoje no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, durante reunião emergencial para discutir medidas adotadas para conter o avanço da ferrugem asiática, que pode provocar grandes perdas na produtividade, além de aumentar os custos com defensivos agrícolas. Os primeiros dados sobre os prejuízos causados pela doença na safra 2003/2004 serão divulgados na primeira quinzena de março, a partir do início da colheita.

Durante o encontro de hoje, o Sindicato Nacional de Defensivos Agrícolas (Sindag) informou que tem disponibilidade para aplicar em 3 milhões de hectares de soja, mas segundo o pesquisador da Embrapa Soja, José Tadashi Yorinori, a área que necessita de proteção chega a 10 milhões de hectares. A alternativa seria direcionar os defensivos para áreas de maior risco, como os estados da região Sul e regiões do Cerrado com mais de 800 metros de altitude, que têm maior período de orvalho, situação que favorece o aparecimento do fungo.

A força-tarefa criada recentemente para aumentar o nível de informação e divulgar técnicas de controle da doença está elaborando um manual de normas e procedimentos que deverá atingir a um maior número de produtores possível. Tadashi alertou para a participação dos pequenos produtores de soja no processo. “Os pequenos produtores devem ser vistos como empresários e, por isso, também podem contribuir para o fundo, que poderá disponibilizar dinheiro para pesquisa com maior agilidade”.

Originária da Ásia, a ferrugem teve o primeiro foco registrado no Brasil em maio de 2001 e se manifesta a partir das baixas temperaturas nas lavouras. A incidência de orvalho nas folhas da leguminosa por mais de oito horas leva à rápida disseminação do fungo pelo ar. Segundo a Embrapa Soja, a ferrugem pode elevar os gastos com fungicidas entre US$ 120,00 e US$ 130,00 por hectare.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)