Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/06/2012 18:01

Fundação proporciona aulas gratuitas de Viola Caipira

Notícias MS/ Brasiluza Neves

Fundação de Cultura de MS proporciona aulas gratuitas de Viola Caipira


3/06/2012 | Brasiluza Neves






Campo Grande (MS) - O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio de sua Fundação de Cultura (FCMS) abre inscrições para o projeto Violeiros do MS que foi contemplado com recursos do Fundo de Investimentos Culturais (FIC) e será coordenado pelo instrumentista Marcos Assunção, no Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG).



As oficinas de Viola Caipira são gratuitas e direcionadas para pessoas a partir de 11 anos, acontecerá toda quinta-feira, dividida em 7 turmas de 1 hora, com 5 alunos cada, englobando os períodos matutino e vespertino. O curso disponibilizará material didático e a viola caipira. As inscrições estão abertas e devem ser realizadas através do e-mail marcosassuncaosolo@gmail.com para uma seleção que será realizada no dia 5 de junho das 9h30 às 11h30 e das 14h às 18h.



O projeto terá sua aula inaugural no dia 14 de junho, às 9 horas, com a participação do presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros. Os selecionados iniciam as aulas nos seguintes horários: Turma 1 - 8h30 às 9h30; Turma 2 – 9h40 às 10h40; Turma 3 – 11h às 12h; Turma 4 – 13h30 às 14h30; Turma 5 – 14h40 às 15h40; Turma 6 – 16h às 17h; Turma 7 – 17h10 às 18h10. Além do coordenador do projeto, Marcos Assunção, as aulas também terão os professores auxiliares: Marcelo Mafili e Igor Canazilles.



“O projeto é um importante investimento no talento musical da nossa juventude. Possibilita o conhecimento musical da viola, favorece a sociabilização e amplia as perspectivas sócio-culturais dos participantes sob a orientação de um músico de grande qualidade que é o Marcos Assunção”, explica Américo Calheiros.



\"Serão oferecidas aulas de teoria musical, leitura, grafia e harmonia voltados à viola caipira e além do repertório regional, trará os ritmos tradicionais, passará por vários outros como o choro, jazz, samba, baião com arranjos inéditos para este instrumento tão peculiar em nossa cultura\", esclarece Marcos Assunção, coordenador do Projeto.



O instrumentista Marcos Assunção iniciou em 1998, um intenso trabalho de pesquisa musical que, pelo sincretismo e qualidade das fontes, resultou em uma linguagem original, inspirada pela incomensurável riqueza das mais diversas vertentes da música brasileira. Detentor de uma sonoridade marcante, que evoca a cultura do estado, unificando fronteiras entre as variadas tendências musicais, projeta ao universal o regionalismo, na busca de novos horizontes para a música popular produzida no Brasil.



E, consolidando uma carreira em franca ascensão, vem se destacando no cenário musical pela criatividade evidenciada em seus trabalhos como, compositor e intérprete. Exemplo disso foi a sua classificação no Projeto Pixinguinha em 2008 - Prêmios Produção (FUNARTE) - por meio do qual o músico teve a oportunidade de gravar o seu primeiro CD instrumental “Tô Chegando”, enovelado ao desafio de bem promover a propagação de sua arte pelo Brasil e pelo mundo.



Foi coordenador pedagógico do Projeto Música MS em 2008. O projeto acontecia em 25 cidades do estado e cerca de 800 alunos da rede pública de ensino recebiam gratuitamente aula de violão erudito e popular.



Foi integrante em 2010 da Orquestra Sinfônica de Campo Grande e realizou vários concertos onde foi incluída no repertório a música: Parquinho de sua autoria. Gravou seu 2º CD instrumental intitulado “Eu, a viola e Eles” pelo FIC – 2011. Apresentou-se em importantes eventos culturais e dentre eles estão o Festival de Inverno de Bonito, Seminário de violão em Tributo a Raphael Rabello, Festival América do Sul, Projetos Som da Concha, SESC Encena, VI Aldeia SESC Terenas, Cena Som, Conservatório Estadual de Ituiutaba (MG), Circuito de apresentações do Projeto Pixinguinha, Universidade de Antofagasta no Chile.



É acadêmico do 4º ano do curso de música da UFMS e possui uma escola de música – IMMA (Instituto de música Marcos Assunção) em Campo Grande.



Atualmente além de concertista, é coordenador e professor dos projetos “Música para Todos” realizado na Igreja Batista Filadélfia, do projeto Canta Viola em Três Lagoas e o projeto Violeiros do MS em Campo grande através do FIC-2012.

O Centro Cultural José Octávio Guizzo está localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre as ruas Calógeras e a 14 de Julho. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795.



Contato à Imprensa:

Marcos Assunção: 8431-9943

www.marcosassuncao.com.br



Jefferson Benício - FCMS



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)