Cassilândia, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

Últimas Notícias

20/10/2008 18:10

Funcionários do Dnit de três estados continuam em greve

Agência Brasil


Brasília - Em assembléia realizada no início da tarde de hoje (20), os servidores do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit) no Distrito Federal decidiram continuar a greve iniciada no último dia 6. Além do DF, a paralisação segue no Rio Grande do Norte e no Paraná.

Na tarde de amanhã (21) será realizada nova reunião, dessa vez com representantes do governo, para definir uma agenda de negociações, afirma o secretário geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Josemilton da Costa.

A manutenção da greve contraria decisão tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) na semana passada, que orientava os servidores a voltarem hoje ao trabalho, sob pena de multa à Condsef de R$ 50 mil por dia de paralisação.

A decisão do STJ foi tomada após análise de liminar requerida pelo governo pedindo a suspensão do movimento. Hoje a confederação entrou com ação contestando a liminar. Os funcionários do Dnit entraram em greve porque a Medida Provisória 411/2008, em andamento no Senado, não possui alguns itens que, segundo o secretário da Condsef, foram acordados entre a categoria e o governo.

Um dos itens ausente na medida provisória, segundo a Condsef, é a aproximação das tabelas salariais de diferentes setores do Dnit, sendo que um setor teve aumento maior que os outros. Em todo o país, cerca de 98% dos funcionários do departamento aderiram à paralisação, de acordo com Josemilton da Costa.

A determinação para que a greve fosse suspensa foi do ministro da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça, Jorge Mussi. Ele alega que a paralisação foi declarada antes de a Condsef esgotar todas as possibilidades de negociação. O ministro também afirmou que a confederação realizou um contato com parlamentares para propor emendas ao texto da medida provisória, e reuniu-se uma vez com o governo, sem aguardar as respostas aos questionamentos feitos.

O representante dos trabalhadores, entretanto, afirma que está tentando "há meses" marcar uma reunião para dar prosseguimento às negociações.

Jorge Mussi afirmou que, devido à greve, alguns serviços essenciais, como a pesagem de cargas, estavam paralisados, e haveria prejuízo financeiro e à população por causa da interrupção de obras de manutenção das estradas.

Segundo a Condsef ainda não há informações sobre a continuidade da greve em todos os estados, mas, além do DF, a paralisação segue no Rio Grande do Norte e no Paraná.

A assessoria de imprensa do Ministério do Planejamento informou que o órgão, até o momento, não está se manifestando sobre o assunto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 10 de Dezembro de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 09 de Dezembro de 2018
09:00
Santo do dia
Sábado, 08 de Dezembro de 2018
Sexta, 07 de Dezembro de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)