Cassilândia, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

02/10/2012 17:44

Funcionária é condenada por desviar dinheiro do caixa

TJPR

Uma funcionária, que vinha desviando dinheiro do caixa de um fast-food de Curitiba onde trabalhava, foi condenada a 2 anos e 8 meses de reclusão e ao pagamento de 11 dias-multa, sendo substituída a pena privativa de liberdade por restritivas de direito.

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná, por unanimidade de votos, reformou parcialmente (apenas para reduzir a pena) sentença da 3ª Vara Criminal do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, que julgou procedente a denúncia formulada pelo Ministério Público para condenar a ré como incursa nas sanções do artigo 155, § 4°, inciso II, combinado com o artigo 71, caput, ambos do Código Penal.

Inconformada com a sentença condenatória a ré interpôs recurso de apelação pleiteando a nulidade da sentença, a aplicação da pena em seu mínimo legal, e a alegação da inconstitucionalidade do artigo 385 do Código Penal.

O relator do recurso de apelação, juiz de Direito Substituto em 2º Grau, Gilberto Ferreira, entendeu que essa tese não merece ser acolhida \\\"(...) o juiz não é obrigado a acatar as alegações da parte nem do Ministério Público, principalmente porque o princípio que rege nosso sistema processual penal é o do livre convencimento motivado.\\\"

E ainda, \\\"Assim, se o juiz tiver firmado seu convencimento a partir de provas colhidas judicialmente, sob o crivo do contraditório e da ampla defesa, poderá julgar, motivando adequadamente a sua decisão, de forma contrária ao que propugnou o Ministério Público e as partes.\\\"

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Novembro de 2017
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)