Cassilândia, Domingo, 23 de Julho de 2017

Últimas Notícias

28/02/2005 15:08

Funar apresenta resultados de 2004 para Conselho Curador

Famasul Notícias

O balanço do exercício de 2004 da Funar (Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural) foi apresentado dia 22 de fevereiro, na primeira reunião do ano do Conselho Curador da Instituição, realizada na Casa Rural.

Estiveram presentes na ocasião, o diretor superintendente Eluísio Guerreiro de Carvalho, o presidente do Conselho, Leôncio de Souza Brito Filho e os conselheiros: Aristóteles Ferreira Junior, Ademar da Silva Júnior, Paulo Roberto Azenha (suplente), a representante do Poder Público, Thaís Colaiacovo, e o representante da comunidade, Otamir Nogueira de Souza. A reunião contou ainda, como convidado, o representante do SICADEMS (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de MS), Ivo Scarcelli.

Na abertura, Eluísio Guerreiro fez a apresentação da instituição, sobre seu papel, objetivos, público prioritário, estrutura organizacional, composição dos conselhos e linhas de atuação.

A Funar é uma fundação instituída em 1997 pelos produtores rurais de Mato Grosso do Sul – representados pela Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária do Estado. É administrada por uma Diretoria Executiva, composta por um superintendente; um coordenador de Administração e Finanças e um Coordenador de Operações. A diretoria é eleita por seu Conselho Curador.

A instituição atua prioritariamente naa realização de eventos educacionais, atendimentos aos produtores rurais e prestação de serviços de interesse do setor, com o objetivo de proporcionar o desenvolvimento sócio-econômico e cultural do produtor rural e de sua família.

Na reunião, também foram apresentados os resultados atingidos pela Funar em 2004. Segundo o superintendente mais de 1.150 pessoas participaram de 40 eventos e 2.652 produtores rurais foram atendidos em assuntos da agricultura, da pecuária, de recursos naturais, de serviços e da reforma agrária e questão indígena, no exercício. Nas finanças, do total de R$ 1.064.000,00 previsto no orçamento, foram realizados R$ 639.870,43.

Dentre os projetos especiais que a Funar executa está o Líder MS, que busca a formação de lideranças rurais no Estado e conta com a parceria da Famasul, Senar-AR/MS, Banco do Brasil e Sebrae/MS; o projeto Biossegurança Alimentar, em parceria envolvendo Funar, Iagro e Senar, que contempla a realização de cursos, palestras e encontros sobre assuntos de interesses dos parceiros e, em especial, dos produtores rurais, tudo em prol da melhoria das condições da sanidade animal e vegetal em Mato Grosso do Sul; e a prestação de serviços para o Sebrae/MS, na execução de parte do projeto “Desenvolvimento de Comunidades Rurais Solidárias” com a participação do Senar, prefeituras municipais, sindicatos rurais e outros interessados.

A Funar também está se preparando para administrar o FESA (Fundo Emergencial para a Defesa da Saúde Animal de Mato Grosso do Sul), em consonância com o previsto no Decreto Nº 11.710, de 28 de Outubro de 2004, publicado no Dário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul, nº 6.357, de 29 de Outubro de 2004.

A proposta esta sendo analisada juridicamente. “A idéia é evitar a criação de outra instituição (associação civil – pessoa jurídica – sem fins lucrativos) como o FEFA (Fundo Emergencial para Febre Aftosa), para, especificamente gerenciar o fundo” explica Guerreiro.

Segundo o superintendente da Funar, o FESA vai utilizar recursos da contribuição do setor produtivo e industrial, sendo que 80% ficarão na Iagro, órgão responsável pela arrecadação, e 20% será repassado ao FESA, para serem utilizados: 80% para indenizações e os 20% restantes em atividades previstas no Decreto nº 11.710. O FESA contemplará todas as espécies animais comercializadas no Estado, como bovinos, suínos, aves, caprinos/ovinos, peixes e outras.



Luciana Modesto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 22 de Julho de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 21 de Julho de 2017
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do dia
Quinta, 20 de Julho de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)