Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/02/2005 15:08

Funar apresenta resultados de 2004 para Conselho Curador

Famasul Notícias

O balanço do exercício de 2004 da Funar (Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural) foi apresentado dia 22 de fevereiro, na primeira reunião do ano do Conselho Curador da Instituição, realizada na Casa Rural.

Estiveram presentes na ocasião, o diretor superintendente Eluísio Guerreiro de Carvalho, o presidente do Conselho, Leôncio de Souza Brito Filho e os conselheiros: Aristóteles Ferreira Junior, Ademar da Silva Júnior, Paulo Roberto Azenha (suplente), a representante do Poder Público, Thaís Colaiacovo, e o representante da comunidade, Otamir Nogueira de Souza. A reunião contou ainda, como convidado, o representante do SICADEMS (Sindicato das Indústrias de Frios, Carnes e Derivados de MS), Ivo Scarcelli.

Na abertura, Eluísio Guerreiro fez a apresentação da instituição, sobre seu papel, objetivos, público prioritário, estrutura organizacional, composição dos conselhos e linhas de atuação.

A Funar é uma fundação instituída em 1997 pelos produtores rurais de Mato Grosso do Sul – representados pela Famasul – Federação de Agricultura e Pecuária do Estado. É administrada por uma Diretoria Executiva, composta por um superintendente; um coordenador de Administração e Finanças e um Coordenador de Operações. A diretoria é eleita por seu Conselho Curador.

A instituição atua prioritariamente naa realização de eventos educacionais, atendimentos aos produtores rurais e prestação de serviços de interesse do setor, com o objetivo de proporcionar o desenvolvimento sócio-econômico e cultural do produtor rural e de sua família.

Na reunião, também foram apresentados os resultados atingidos pela Funar em 2004. Segundo o superintendente mais de 1.150 pessoas participaram de 40 eventos e 2.652 produtores rurais foram atendidos em assuntos da agricultura, da pecuária, de recursos naturais, de serviços e da reforma agrária e questão indígena, no exercício. Nas finanças, do total de R$ 1.064.000,00 previsto no orçamento, foram realizados R$ 639.870,43.

Dentre os projetos especiais que a Funar executa está o Líder MS, que busca a formação de lideranças rurais no Estado e conta com a parceria da Famasul, Senar-AR/MS, Banco do Brasil e Sebrae/MS; o projeto Biossegurança Alimentar, em parceria envolvendo Funar, Iagro e Senar, que contempla a realização de cursos, palestras e encontros sobre assuntos de interesses dos parceiros e, em especial, dos produtores rurais, tudo em prol da melhoria das condições da sanidade animal e vegetal em Mato Grosso do Sul; e a prestação de serviços para o Sebrae/MS, na execução de parte do projeto “Desenvolvimento de Comunidades Rurais Solidárias” com a participação do Senar, prefeituras municipais, sindicatos rurais e outros interessados.

A Funar também está se preparando para administrar o FESA (Fundo Emergencial para a Defesa da Saúde Animal de Mato Grosso do Sul), em consonância com o previsto no Decreto Nº 11.710, de 28 de Outubro de 2004, publicado no Dário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul, nº 6.357, de 29 de Outubro de 2004.

A proposta esta sendo analisada juridicamente. “A idéia é evitar a criação de outra instituição (associação civil – pessoa jurídica – sem fins lucrativos) como o FEFA (Fundo Emergencial para Febre Aftosa), para, especificamente gerenciar o fundo” explica Guerreiro.

Segundo o superintendente da Funar, o FESA vai utilizar recursos da contribuição do setor produtivo e industrial, sendo que 80% ficarão na Iagro, órgão responsável pela arrecadação, e 20% será repassado ao FESA, para serem utilizados: 80% para indenizações e os 20% restantes em atividades previstas no Decreto nº 11.710. O FESA contemplará todas as espécies animais comercializadas no Estado, como bovinos, suínos, aves, caprinos/ovinos, peixes e outras.



Luciana Modesto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)