Cassilândia, Sábado, 23 de Junho de 2018

Últimas Notícias

18/08/2007 13:10

"Fui humilhado”, diz homem preso após morte do filho

Aline dos Santos/Campo Grande News

O ex-secretário de administração de Aral Moreira, Dorílio da Silva Soares, cujo filho foi assassinado na última quarta-feira, declarou ter sido humilhado pela PM (Polícia Militar) em um momento de dor. Ele deu entrevista ontem, no escritório de seus advogados. Dorílio foi preso quando a PM atendia a ocorrência do assassinato de seu filho, Dorílio da Silva Soares Júnior, de 23 anos, morto a tiros no centro de Ponta Porã.

De acordo com o site Mercosul News, por causa de uma desatualização, o sistema de informações utilizado pela polícia registrou a existência de um mandado de prisão em aberto, expedido na década de 80, contra o ex-secretário. Ontem, ficou constatado que o processo referente ao mandado foi arquivado. Na quinta-feira, a Polícia Civil informou que ele permaneceria preso até o fato ser esclarecido. Dorílio foi com escolta policial ao velório do filho, na cidade de Aral Moreira.

Engano – Dorílio acredita que o filho tenha sido morto por engano. À polícia, ele contou que recebia ameaças de um cunhado. Na tarde de quarta-feira, pai e filho estavam em um veículo Fiat/Uno (placas HSF-0658). Ao parar em uma loja, Dorílio, que conduzia o veículo, desceu e seu filho passou para o banco do motorista. Dois homens em uma motocicleta teriam emparelhado com o veículo e efetuado os disparos. O jovem, atingido por tiros no pescoço e tórax, morreu no local.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Junho de 2018
Sexta, 22 de Junho de 2018
09:00
Santo do dia
Quinta, 21 de Junho de 2018
09:00
Santo do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)