Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

20/06/2017 14:30

Frio não dispersa, e policiais continuam acampados em frente a governadoria

Midiamax

Policiais civis de Mato Grosso do Sul encaram o frio de 7º na madrugada desta terça-feira (20), e continuam acampados em frente à governadoria do Estado, onde começaram o protesto por reajuste salarial há 13 dias como forma de pressionar o governo. Está prevista para o dia 3 de julho, uma reunião com governador Reinaldo Azambuja (PSDB), e até lá, os agentes prometem continuam com o acampamento.

São 15 policiais participando do ato, que se revezam em turnos e enfrentam o frio intenso dos últimos dias, entre eles o policial Sanuel Rosa, lotado no município de Rio Negro - a 163 quilômetros de Campo Grande. “Todos têm que ajudar, a luta é de todos”, defendeu. Segundo ele, o esforço coletivo é uma forma de pressionar o governo, mesmo sem muitos acenos de volta. “A gente acredita”, disse.

Para o diretor trabalhista do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis), o objetivo é manter o acampamento até o próximo mês, independentemente do clima. No local foi criada pelos próprios servidores uma estrutura com 5 barracos, banheiros químicos e com um gerador.

A relação entre governo e servidopres chegou ao extremo após o governador anunciar que não concederia reajuste de salário, alegando defasagem na arrecadação, causada pela perda do ICMS (Imposto Sobre Circulaão de Mercadorias e Seviços) do gás. A discussão ocorreu ao mesmo tempo em que o governo de Azambuja foi acusado de cobrar propina em troca de concessões fiscais a donos de frigoríficos do Estado. O MPE-MS (Ministério Público do Estado) está apurando as denúncias.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)