Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/06/2009 07:51

Frigoríficos devem restabelecer normalidade em 2010

Bruno Bocchini , Agência Brasil

São Paulo - Os frigoríficos brasileiros deverão conseguir superar apenas em 2010 a retração que atingiu o setor após a crise econômica internacional. Essa é a previsão do presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), Péricles Salazar.

O setor foi um dos que mais sofreu retração com a crise. Quatro grandes frigoríficos, desde setembro de 2008, pediram recuperação judicial. Aproximadamente 30 mil pessoas estavam empregadas, direta ou indiretamente, nessas empresas.

“As dificuldades que nos foram impostas depois de setembro com a crise financeira ainda não foram totalmente recuperadas. As exportações continuam abaixo da média histórica dos últimos meses anteriores a setembro. Mas elas têm aumentado mês a mês, embora ainda abaixo no comparativo com o ano passado”, diz o presidente da Abrafrigo.

De acordo com ele, apesar da forte retração, o setor tem regido, mas aos "trancos e barrancos. Eu acredito que no ano de 2009 a gente vai ficar ajustando o tempo todo. E em 2010 a gente vai começar a ver uma luz no fim do túnel. A paralisação e a recuperação judicial de algumas empresas acabaram gerando mercado para outras empresas que permaneceram nele”, considerou.

Hoje, os frigoríficos brasileiros estão operando com apenas 60% de sua capacidade de produção, 40% dessa capacidade estão ociosos. A queda da produção dos frigoríficos, no entanto, aponta Salazar, está relacionada também à migração de alguns criadores para a produção de cana-de-açúcar.

“A oferta de bovinos ainda não está absolutamente regular para os frigoríficos, nós ainda temos encontrado em algumas regiões dificuldade de aquisição de bois. Em algumas regiões, o plantel brasileiro, em função de migração de alguns produtores para o etanol, para a plantação de cana, também diminuiu. O que nós estamos buscando hoje é incentivar a maior produção pecuária no país”, disse.





Edição: Graça Adjuto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)