Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/01/2004 07:40

Frango: crise internacional pode abrir novos mercados

Alfredo Lopes/ABr

Os casos da influenza aviária, a chamada gripe do frango, na Ásia podem render bons negócios para o Brasil. Para o presidente da Associação Brasileira de Exportadores de Frango (Abef), Júlio Cardoso, ainda é cedo para dizer que as exportações brasileiras vão aumentar, mas as perspectivas são boas. “Com os problemas que estão ocorrendo em outros países, sem dúvida, o que acaba acontecendo é que os mercados importadores começam a se voltar para o Brasil”, diz.

Cardoso acredita que os importadores de carne de frango passarão a ver o país como o grande fornecedor mundial, ou o fornecedor que tem as condições adequadas para oferecer produtos saudáveis.

No ano passado, o Brasil passou a ocupar a posição de segundo lugar no ranking dos maiores exportadores mundiais, em volume, de carne de frango. Em faturamento, superou os Estados Unidos e se tornou o maior exportador do planeta. O Japão é um dos principais compradores da carne de frango brasileira.

Júlio Cardoso explica que o Brasil tem capacidade de aumentar a sua produção, caso a demanda internacional por carne de frango cresça.

Os produtores nacionais elogiam as medidas adotadas pelo Ministério da Agricultura, como a proibição da entrada de aves, seus produtos e subprodutos de países onde tenha ocorrido casos da influenza aviária. Mas o presidente da Abef alerta que é preciso unir forças com o governo federal e com os governos estaduais para manter o controle rigoroso na área de defesa animal.

A grande distância entre o Brasil e a Ásia é vista como uma barreira natural para a chegada do vírus da influenza aviária.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)