Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/06/2016 16:09

Fotogaleria - Morre em Campo Grande Enir Terena

Redação
Enir Índia durante sessão na Assembleia Legislativa, em abril deste ano. (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)Enir Índia durante sessão na Assembleia Legislativa, em abril deste ano. (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

Morreu nesta terça-feira (21), Enir Bezerra da Silva, a Enir Terena, primeira cacique mulher de Mato Grosso do Sul e fundadora da aldeia urbana Marçal de Souza, em Campo Grande. Aos 61 anos, ela passou mal nesta segunda-feira (20) e foi internada na Santa Casa da Capital.

De acordo com o filho de Enir, Mauro Sérgio Forasteiro, a cacique estava com a saúde debilitada há um tempo com problemas no pulmão. Ela também usava marca-passo há cinco anos, mas mesmo assim se mantinha a frente da aldeia urbana da Capital, porque foi eleita. Ela morreu por volta das 14h30 de hoje.

Enir foi eleita com 1ª cacique mulher do Estado em 2008, com 134 votos. No ano passado, a cacique foi homenageada pelos Correios com um selo de correspondência com sua fotografia. O velório de Enir deve ocorrer na sede da escola da aldeia urbana, mas ainda sem horário confirmado.

Com sobrenome da etnia que sempre representou, Enir Terena nasceu no dia 8 e março de 1955, na Aldeia Limão Verde, no município de Aquidauana. Veio para Campo Grande e aqui se transformou em uma das maiores lideranças indígenas do Estado. Quando foi eleita declarou que sempre "quebrou protocolos" desde que começou a lutar pela aldeia.

Durante muito tempo, trabalhou na "feira das índias", como é conhecido o espaço que comercializa produtos vindos das aldeias, em frente ao Mercadão Municipal.

Mãe de 7, sempre lutou pela educação de qualidade na 1ª aldeia urbana do Brasil, que ajudou a construir no bairro Tiradentes, retirando famílias indígenas que viviam em favelas espalhadas pela cidade.

É dela o mérito de construção da escola no local e também da instalação de um dos pontos turísticos em referência à cultura dos povos que criaram Mato Grosso do Sul, a Oca onde está instalado o Memorial da Cultura Indígena, na mesma região da aldeia urbana.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)