Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/02/2016 18:00

Fotogaleria: câmera flagra onça em reserva e pesquisador brinca: “nota 10”

Campo Grande News
Onça parda foi fotografada ontem (8) no Parque Estadual das Varzeas do Rio Ivinhema (Foto: Divulgação)Onça parda foi fotografada ontem (8) no Parque Estadual das Varzeas do Rio Ivinhema (Foto: Divulgação)

Elas estão em diversas regiões do Estado e quem trabalha nas unidades de conservação já está acostumado com a aparição de animais silvestres, mas um novo contato ou uma simples foto de uma onça é motivo de espanto e comemoração.

Pesquisadores do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema publicaram no Facebook a foto de uma onça-parda, flagrada ontem (8) por uma das câmeras usadas para monitorar os animais da reserva. Com a foto, o post: “Olha só quem nossa armadilha fotográfica flagrou desfilando nesse Carnaval. Quesito beleza, NOTA, 10!”.

Em pouco tempo, seguidores acrescentaram dando nota máxima também nos quesitos sustentabilidade, saúde e evolução. De fato, o registro é motivo de comemoração, pois o parque já foi vulnerável a ações do homem, prejudicando a fauna e a flora.

A região abriga um dos últimos trechos da bacia do Rio Paraná que não teve represamento, segundo o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). O local já foi alvo de pescadores, mesmo tendo a pesca proibida e incêndios também ameaçavam a vida animal, segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), que instalou um posto na área, há mais de dez anos.

“O parque tem uma importância muito grande, porque tem animais de quase todas as espécies do Estado e as onças que vivem soltas são monitoradas. Antes da instalação do posto, ocorriam muitos crimes ambientais, pois área é muito afastada, mas agora a fiscalização é diária”, comenta o major da PMA, Edmilson Queiroz.

Criado há 17 anos, o parque abrange os municípios de Taquarussu, Jateí e Naviraí, a cerca de 360 quilômetros de Campo Grande. São 73,3 mil hectares, onde os animais vivem livres e pesquisadores observam, a fim de proteger a vida silvestre na região.

Veado, cachorro do mato, macaco, cateto, anta, lobinho, cervo, periquito, jacaré, tuiuiu, cobra, gato palheiro; além dos cenários compostos por plantas e rios já caíram nas lentes dos pesquisadores e foram publicadas na página facebook.com/parqueestadualvarzeasivinhema.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)