Cassilândia, Terça-feira, 21 de Maio de 2019

Últimas Notícias

17/05/2019 16:00

Foto: Senad prende sete policiais com 302 kg de cocaína em pista clandestina

Campo Grande News
Policiais paraguaios presos, ao lado de avião e fardos de cocaína, apreendidos em San Pedro (Foto: Divulgação/Senad)Policiais paraguaios presos, ao lado de avião e fardos de cocaína, apreendidos em San Pedro (Foto: Divulgação/Senad)

Doze pessoas, entre elas sete agentes do serviço de inteligência da Polícia Nacional, foram presas nesta sexta-feira (17) em uma pista clandestina usada por traficantes de drogas no departamento (equivalente a estado) de San Pedro, no Paraguai. Houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido.

Pelo menos 302 quilos de cocaína e um avião monomotor foram apreendidos na pista clandestina localizada na Colônia Hugua Guazú, distrito de General Aquino, a 150 km da Linha Internacional com Mato Grosso do Sul. Várias armas também foram apreendidas com a quadrilha e seriam enviadas com a cocaína para o Brasil.

A operação foi comandada pela promotora de Justiça Lorena Ledesma e pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), órgão do governo paraguaio treinado e financiado pela DEA, a agência norte-americana de repressão às drogas.

A prisão dos agentes da Polícia Nacional causou uma crise política no governo paraguaio. Logo após a Senad anunciar que sete policiais estavam na pista dando apoio aos traficantes, o comandante geral da Polícia Nacional Walter Vázquez, afirmou que a equipe estava em operação, por terminação do promotor de Justiça Frederico Delfino, da unidade de antissequestro e antiterrorismo do Ministério Público paraguaio.

Em seguida, em uma nota publicada em sua página no Twitter, Frederico Delfino negou a informação e disse que não encabeçava nenhuma operação em San Pedro.

A promotora Lorena Ledesma, que comandou a operação contra os traficantes, disse que a investigação para prender os traficantes estava em andamento desde março e negou a existência de outra operação em andamento naquela região.

De acordo com a Senad, estão presos o major José David Alonso Salinas, o primeiro oficial Edgar Diosnel Sosa Melgarejo, o primeiro oficial Juan José Benitez Achucarro, o oficial Pablo Cabrera Escobar, o inspetor Víctor Daniel Davalos Peralta e os suboficiais Carlos Cesar Ayala Marecos e Antonio Joel Quiñonez.

Também foram presos os civis Carlos Escobar Nuñez, Ramón Gimenez Velazquez, Celso Benitez Fleitas, Amado Peres Marecos, todos paraguaios, e o piloto do avião, o boliviano Luis Darío Candia Zelada.

A promotora Lorena Ledesma disse que a quadrilha traz cocaína da Bolívia para o Paraguai em aviões e de lá manda a droga também via aérea para o Brasil. Todos os presos foram levados para a capital, Assunción.

 

 

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Segunda, 20 de Maio de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)