Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

12/12/2012 07:29

Foto de deputado federal ensinando filho a dirigir gera polêmica

Gabriel Neris, Campo Grande News

Gerou polêmica nesta terça-feira (11) foto postada no Facebook pelo deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM/MS) do filho de 15 anos aprendendo a dirigir uma camionete, na fazenda do parlamentar, em Várzea Grande (MT). A foto entrou no ar e os comentários começaram, contra e a favor.

Na descrição da imagem, o parlamentar diz que o filho está “mandando bem” ao vê-lo guiar o veículo no lado do passageiro.

A reação de internautas foi imediata. Uma usuária do Facebook chegou a citar o artigo 140 do Código de Trânsito Brasileiro dizendo que “a habilitação para conduzir veículo automotor e elétrico será apurada por meio de exames que deverão ser realizados junto ao órgão ou entidade executivos do Estado ou do Distrito Federal, do domicílio ou residência do candidato, ou na sede estadual ou distrital do próprio órgão”.

Diante da postagens, o deputado respondeu no próprio Facebook. “Quanta celeuma por algo tão especial, a relação pai filho. Mas já que o debate se estabeleceu no plano da legalidade, vamos lá. Dentro de minha propriedade privada, sem colocar em risco quaisquer pessoas, com o meu veículo particular, com o meu filho, ao meu lado, não é função do Estado ou de qualquer outro ser dizer que estou colocando a vida de terceiros em risco, ou qualquer outra ilegalidade”.

“Aqui sou eu, meu filho, meu carro, minha propriedade e cabe a mim e à mãe estabelecermos regras”, complementa o parlamentar. Mandetta escreveu ainda que aprendeu a dirigir com o pai, também na fazenda, e citou ainda os irmãos e os filhos mais velhos. O deputado também comentou que seus netos aprenderão a dirigir com ele e classificou a atitude de dar a chave do carro para o filho menor de idade como “uma lição de amor”.


Internautas demonstraram apoio ao deputado citando frases como “você não fez nada ilegal”, “no Brasil não é proibido ensinar menor de idade dirigir automóvel em propriedade particular, ainda, acompanhado do pai”, “antes de ser deputado ele é cidadão”.

Outros reprovaram a postagem do parlamentar. “Só estranho que um homem público da estatura do Mandetta não tenha o discernimento para avaliar se um post desse não repercutiria”, escreveu um internauta. “Por isso existe auto escola, para ensinar novos condutores, mesmo o pai tendo uma linda camionete. Infração a lei! Muito mau exemplo deputado”, esbravejou outro usuário.

Foram 101 comentários e 16 compartilhamentos da imagem.

Ilegal – De acordo com o comandante da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), o tenente-coronel Alírio Villasanti, a atitude em entregar o veículo a uma pessoa que não possui CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é expressamente proibida, independentemente do local onde o veículo trafega.

“De maneira nenhuma. É de responsabilidade do pai e deve ser penalizado por dar o veículo para o filho dele”, comentou.

O artigo 163 prevê que entregar a direção para pessoa não habilitada é uma infração gravíssima e deve ser punida com multa e apreensão do veículo. Como medida administrativa, o documento de habilitação deve ser recolhido.

O comandante da Ciptran explicou que o condutor não habilitado, de 15 anos neste caso, não tem maturidade suficiente para conduzir um veículo. “Pode ter conhecimento técnico, mas não tem maturidade para passar por situações como neblina, chuva ou uma situação de emergência”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)