Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/02/2015 19:00

Força-tarefa reduz em 70% o número de licenças para tratamento médico

Juliene Katayama, Campo Grande News

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) foi obrigada a fazer uma força tarefa para reduzir o afastamento de servidores da pasta por atestado médico. As medidas já surtiram efeito. Depois de um mês, o número reduziu em 70%, segundo a secretaria.

Uma das medidas adotadas pela secretaria foi a publicação de uma circular interna que determinou a suspensão do médico da escala de plantão do mês seguinte que se afastasse por má-fé. Outra mudança foi a criação de uma junta médica no Serviço Médico da Sesau para analisar os pedidos de afastamento para tratamento médico.

Além disso, todo servidor que apresentar um pedido de afastamento médico passa pela avaliação da junta médica da secretaria para comprovar a real necessidade.A força tarefa foi criada depois da detecção do afastamento por má-fé dos servidores.

A secretaria faz uma investigação para identificar o perfil dos servidores que se afastaram por má-fé. Aidna não foi concluída. Na época, o secretário da Saúde, Jamal Salém, disse que descobriu-se dois servidores da pasta que se ausentaram do trabalho alegando problemas médicos enquanto, na verdade, estavam na praia

Somente em dezembro, segundo Jamal, foram apresentados 840 atestados de servidores, todos estão sendo investigados para saber se realmente eram verdadeiros ou se foram usados como desculpa para faltar serviço. Grande parte foi apresentada por médicos. A Sesau tem sete mil funcionários, o que representa 12% do quadro de servidores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)