Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

26/10/2011 11:27

Fomenta Estadual reúne mais de 100 participantes

Sebrae

O ciclo de palestras do Fomenta Estadual, que visa fortalecer a participação das micro e pequenas empresas em compras públicas, reuniu em torno de 110 participantes ontem (25). Entre eles, empreendedores de Três Lagoas e gestores públicos do município – sede do evento - e da Região do Bolsão.



O índice foi comemorado pelo assessor de políticas públicas e desenvolvimento territorial do Sebrae/MS, Augusto Castro. De acordo com ele, o Fomenta alcançou o objetivo de sensibilizar gestores públicos e empreendedores para a inclusão das micro e pequenas empresas na cadeia de fornecedores dos órgãos públicos. “O desafio agora é tirar a Lei do papel, oferecer empreendedores o que prevê na legislação, que é o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado. É um movimento em estágio inicial. Acreditamos que nos próximos eventos a participação será ainda maior”, avalia.



Entre os participantes do Fomenta, esteve o prefeito de Ivinhema, Renato Pieretti Câmara. De acordo com ele, o evento foi essencial para conhecer ações que podem vir a ser implantadas em seu município. “[O Fomenta] proporcionou a chance de conhecer novas experiências de apoio público à micro e a pequena empresa. Ações que poderão ser adequadas à nossa realidade e aplicadas”, destaca.



Câmara apontou alguns dos projetos já em andamento em Ivinhema. Entre eles, o Pró-Empresa, que visa incentivar o setor de confecção com ajuda de custo no aluguel e também na contabilidade da micro e pequena empresa.



No período da tarde, o ciclo de palestras foi aberto pelo promotor de Justiça da 31ª Promotoria do Patrimônio Público e Social, do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, Henrique Franco Cândia. Durante a palestra, o promotor fez uma explanação sobre a complementar 123, Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, de 14 de dezembro de 2006.



Entre a série de benefícios prevista na Lei, Franco cita alguns exemplos, como o alvará provisório para que a empresa comece a funcionar mais rapidamente, por um tempo determinado, e a licitação de até R$ 80 mil exclusiva para micro e pequenas empresas. “Os principais eixos da Lei são: desburocratização, tributação simplificada e beneficiada, acesso aos mercados efetivos e estímulo ao empreendedorismo, através de salas do empreendedor, incentivo ao associativismo, inovação tecnológica, educação empreendedora e aumento e melhorias de crédito”, explica.



Entretanto, para Henrique Franco “não adianta só implantar os itens previstos em lei, eles precisam sair do papel, ser colocados em prática e para isto o Ministério Público é um parceiro do empresariado”.



Oportunidade



O técnico de Administração da Usina Termoelétrica Luis Carlos Prestes, da Petrobras em Três Lagoas, Fernando Fernandes de Oliveira, falou sobre os processos de compra da Petrobras. De acordo com ele, o primeiro passo para vir a ser um fornecedor da empresa por meio das compras diretas (que dispensa licitação) é se cadastrar.



“O cadastro é nacional, mas o sistema prioriza as empresas da região. No ano passado, a Termelétrica implantou um sistema de rodízio entre as empresas para que nenhuma seja favorecida”, explica. O processo é previsto para compras com valor de até R$ 16 mil e os interessados podem se cadastrar pelo site www.petrobras.com.br. Na página, os empresários deverão acessar o link central de negócios e, em seguida, canal do fornecedor.

O processo licitatório é exigido pela empresa para valores superiores a R$ 16 mil. Conforme o técnico, a modalidade mais utilizada pela Petrobras é a do convite e o sistema utilizado é o de melhor preço.



O primeiro dia do Fomenta Estadual foi encerrado com a palestra do coordenador de Processamento de Licitação, da Superintendência de Licitação do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Roney Abadio Cândido Dias.



O evento segue nesta quarta-feira (26) até as 13 horas com a realização do Encontro de Negócios, que visa promover o contato entre empresários de micro e pequenos empreendimentos com empresas âncoras, representantes de órgãos públicos de todas as esferas (Municipal, Estadual e Federal).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)