Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

30/01/2006 10:25

Focos de ferrugem da soja já passam de 280

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Já passa de 280 o número de focos de ferrugem da soja em lavouras de Mato Grosso do Sul e o período de alerta começa com a fase final de enchimento dos grãos, quando a soja fica mais sensível, segundo alerta o diretor da Fundação MS, Edson Borges. De acordo com ele, na região de Maracaju foram constatados 171 focos da doença enquanto, conforme a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) são mais 110 focos na região de Dourados, mas os números podem estar subestimados, segundo o professor responsável pelo laboratório de Fitopatologia, Walber Gavassoni. “Nem todos vêm trazer amostras para exame na UFGD ou na Fundação MS”, explica.

Ao longo do ano passado, só na região de Dourados ocorreram 1,3 mil focos e a redução é atribuída às variações das condições climáticas. Neste início de ano a região enfrentou problema de estiagem o que desfavorece a proliferação da doença. Por outro lado o ciclo da planta também está atrasado e as chuvas se tornaram mais regulares desde a semana passada. “O jogo ainda não acabou. Há uma semana chove regularmente e temos recebido mais amostras com ferrugem”, alerta o pesquisador.

Edson Borges destaca que em algumas regiões e, dependendo da variedade, produtores já fazem a segunda aplicação, em média de 25 a 28 dias após a primeira. Neste período é preciso redobrar a vigilância e passar pelas lavouras de três em três dias para acompanhar a evolução da doença. “Agora é a reta final. É preciso acompanhar”, diz. A ferrugem é causada por um fungo e causa a desfolha da soja, podendo dizimar lavouras, se não for controlada.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)