Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/02/2016 15:30

Fitoterápicos são medicamentos?

EPharma Notícias

Desde os mais remotos tempos procuramos a cura para as enfermidades humanas. Ao longo de nossa história, o universo vegetal, à disposição de todos, representado pelas mais diversas espécies de plantas, folhas, raízes, sementes, flores, frutos ou caules, por exemplo, constituíram as principais fontes de onde se extraíram as matérias primas para os mais diversos experimentos, na busca do alívio e/ou cura da dor, desconforto - ou morte - que inexoravelmente chegam com a doença.

Com a evolução do pensamento científico, as possibilidades terapêuticas foram se aprimorando. O século XX foi testemunha do imenso progresso na busca por melhores condições de saúde. A farmacologia e a química nos presentearam com um número gigantesco de inúmeros medicamentos para aplacar nossos males. Basta nos lembrarmos de como era uma farmácia ou, como então chamada: “botica”, no início da primeira década do século XX e compará-la a uma mega drogaria como as que temos nos dias atuais.

Evoluímos, sem nenhuma dúvida. No entanto, por mais contraditório que possa parecer, os primeiros anos deste século XXI evidenciaram uma crescente procura por produtos chamados “naturais”. A busca por um estilo de vida mais saudável incluiu também a procura por produtos – medicamentos, inclusive – menos processados quimicamente.

Os fitoterápicos, portanto, ganharam um espaço substancial no mundo contemporâneo, em todas as regiões do planeta, inclusive e principalmente nas mais desenvolvidas. Muitas dúvidas, no entanto, ainda persistem. Vamos esclarecer as mais comuns:

- Fitoterápicos são “medicamentos”?

SIM. Fitoterápicos são medicamentos produzidos única e exclusivamente com matéria prima obtida dos vegetais. Esta é a grande diferença entre o medicamento fitoterápico e os outros não fitoterápicos que podemos chamar de sintéticos. Estes últimos podem ter outros princípios ativos que não são derivados de plantas. O produto ativo obtido da planta é industrializado na forma de medicamento fitoterápico.

- Fitoterápicos são regulamentados?

SIM. No Brasil, os fitoterápicos seguem criteriosamente as determinações regulamentadas pela Anvisa. Há aproximadamente 70 plantas liberadas para o uso. Os produtos delas derivados foram submetidos a testes clínicos para comprovar sua eficácia, segurança, riscos de uso, reprodutibilidade e constância de qualidade.

- Fitoterápicos podem ter efeitos colaterais?

SIM. Como todo medicamento, os fitoterápicos também podem apresentar efeitos colaterais.

- Pode ocorrer interação medicamentosa com produtos fitoterápicos e medicamentos sintéticos?

SIM. Fitoterápicos são medicamentos. Por isso, é importante alertar seu médico sobre todos os medicamentos que se está em uso. Um produto pode interferir e/ou interagir com outro comprometendo a eficácia de ambos. Não é porque um produto é “natural” que não apresenta efeitos de interação com outros.

Os medicamentos fitoterápicos podem e devem ser utilizados. Mas exige-se deles a mesma cautela e rigor com que utilizamos qualquer outro produto medicamentoso. O médico deve estar ciente para poder prescrever com critério o que for melhor para cada paciente.

Seguimos evoluindo com o conhecimento cada vez mais amplo e profundo, sem preconceitos. Isso é muito bom.

Para assistir o video acesse o link abaixo:

http://g1.globo.com/bemestar/blog/doutora-ana-responde/post/fitoterapicos-sao-medicamentos.html

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)