Cassilândia, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

23/08/2013 19:43

Fiscais agropecuários podem paralisar e atrasar abates em MS

Lidiane Kober, Campo Grande News

Depois de declarar estado de mobilização, os fiscais agropecuários do Ministério da Agricultura podem paralisar as atividades em todo o país. A decisão pode atrasar abates em Mato Grosso do Sul e resultar na retenção de mercadorias em portos e aeroportos.

Representante do comando estadual de mobilização, Graciela Bergamaschi informou que a decisão deverá sair segunda-feira (26). “Hoje realizamos assembleias em todo o país e o resultado será anunciado na segunda”, disse. Em Dourados, a reunião encerrou com 60% dos votos contrários a paralisação. Na Capital, a votação terminou empatada.

Segundo Graciela, a mobilização e a possível paralisação é resultado de uma série de insatisfações salariais. Ela informou que o Governo Federal não cumpriu acordo de dar subsídios à categoria sem promover redução salarial. “Abrimos mão de reajuste até 2015 em troca do subsídio, desde que não houvesse perdas, mas o governo não cumpriu a promessa e muita gente saiu prejudicada”, relatou.

A medida, inclusive, está gerando processos judiciais. “A Constituição não permite perdas salariais”, frisou a fiscal. Os profissionais também estão insatisfeitos com o uso do principal cargo da categoria para barganhar apoio. “Tiraram um fiscal de carreira do mais alto cargo para colocar um advogado, indicado pelo PMDB”, reclamou Graciela. Outra reivindicação é promover a categoria de fiscal para auditor.

Além disso, os profissionais alegam falta de condições de trabalho. Após redução do orçamento do Ministério da Agricultura, estaria faltando dinheiro para viajar e promover a fiscalização.

Confirmada a paralisação, Graciela citou como resultado a retenção de mercadorias em portos e aeroportos, a redução das fiscalizações a campo e a redução do número de abates. “Não deverá ocorrer o desabastecimento porque, a princípio, a paralisação será de apenas dois dias”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 19 de Setembro de 2017
Segunda, 18 de Setembro de 2017
22:10
Loteria
Domingo, 17 de Setembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Setembro de 2017
20:39
Loteria
20:37
Loteria
20:34
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)