Cassilândia, Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

25/10/2003 08:30

Financiamento público à mídia aquece debate no Senado

Marcos Chagas/ABr

Brasília - Os líderes do PSDB e do governo no Senado, Arthur Virgílio (AM) e Aloizio Mercadante (SP), travaram ontem intenso debate em plenário sobre o financiamento da mídia pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A discussão foi provocada por Arthur Virgílio, com base em entrevista concedida pelo empresário Otávio Frias de Oliveira ao América On Line Notícias.

Na entrevista, Frias afirmou que, em seus 91 anos de vida, nunca viu os meios de comunicação tão endividados, mas alertou que o financiamento dessa dívida pelo BNDES pode comprometer a liberdade de imprensa. “O que interessa ao governo é a mídia de joelhos. Não uma mídia morta. Uma mídia independente não interessa a governo nenhum”, afirmou o empresário.

Mercadante reagiu imediatamente às declarações de Otávio Frias, lidas em plenário por Arthur Virgílio. Segundo o líder do governo, o setor é tão estratégico quanto outros já financiados pelo BNDES, como a indústria naval e a de celulose. “Se essas indústrias podem receber financiamentos do BNDES, por que o setor de comunicação não pode?”, indagou o senador. Ele acrescentou que, ou o Brasil preserva suas empresas de comunicação, ou promove a desnacionalização do setor, como aconteceu com as comunicações e energia elétrica.
Mercadante defendeu, ainda, a participação dos fundos de pensão no capital das empresas de comunicação.

No entender do líder petista, os recursos dos fundos de pensão representam investimentos de longo prazo, que podem fortalecer os meios de comunicação. Sob todos esses aspectos, ressaltou Mercadante, o objetivo do governo é sempre preservar e garantir a mais ampla independência da imprensa. Para lastrear a afirmação, Mercadante buscou a biografia do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como prova inequívoca do comprometimento do atual governo com a democracia.

Arthur Virgílio, entretanto, afirmou que tem recebido reclamações de pessoas expressivas da sociedade, inclusive jornalistas, “de uma certa intolerância do governo”. O líder tucano se disse
“inquieto por perceber um certo viés autoritário” e disse que está apurando uma denúncia, que recebeu nesta semana, sobre possível determinação do “núcleo duro” do governo de mandar investigar a vida de um adversário política. Da tribuna, o senador não quis entrar em detalhes, porque ainda não tem provas, mas prometeu voltar ao assunto na semana que vem.

O senador criticou também a decisão do governo de editar o periódico “Em Questão” para divulgar seus atos. Ele pediu à Radiobrás que não envie para sua casa essa publicação, que comparou ao "Pravda", jornal estatal da extinta União Soviética.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 01 de Outubro de 2020
Quarta, 30 de Setembro de 2020
17:50
Ituiutaba, Minas Gerais: confira o boletim coronavírus desta quarta-feira
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)