Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/08/2005 14:21

Financiamento imobiliário cresce 86,7% em um único mês

Fábio Calvetti / ABr

O financiamento imobiliário ancorado nos recursos do sistema de cadernetas de poupança subiu 86,7% em julho, em comparação com o mesmo mês do ano passado, com a liberação de R$ 519,4 milhões para a compra ou construção de imóveis. É o maior volume liberado no ano, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). A entidade afirm que o número de unidades financiadas também subiu e alcançou 5.573 unidades, elevação de 27,3% comparado a julho de 2004.

No acumulado dos sete primeiros meses do ano, o volume de recursos emprestados da caderneta de poupança para o financiamento de imóveis foi de R$ 2,554 bilhões, o maior valor na década. Para o superintendente técnico da Abecip, José Pereira Gonçalves, os resultados de 2005 devem-se principalmente à aprovação da Lei 10.931, a chamada Lei de Incorporações, aprovada em agosto de 2004. A lei separa o patrimônio de cada empreendimento do patrimônio da incorporadora e previne desvios para outros investimentos.

Segundo Gonçalves, a maior parte do financiamento imobiliário através de caderneta de poupança vai para as construtoras, empreiteiras e empresas para a construção de novos imóveis ou financiar a compra daqueles já construídos. Em julho, apenas 0,7% do volume de recursos foi destinado ao financiamento de imóveis para pessoas físicas.

"Estamos num momento muito propício para o crédito imobiliário. Há recursos abundantes, vários agentes financeiros estão flexibilizando as condições para permitir que as pessoas tenham acesso ao crédito, estão aumentando o prazo, estão aumentando a cota de financiamento", afirma Gonçalves.

O financiamento para a construção de novos imóveis foi o de maior destaque em julho. De acordo com dados da Abecip, o volume de recursos alcançou R$ 367,3 milhões, um aumento de 152,4%. Além disso, as unidades financiadas passaram de 2.339 em julho do ano passado para 3.464 neste mês. "Esses recursos estão viabilizando a construção de novas unidades, contribuindo para a redução do déficit habitacional. Além disso, também é um grande incentivo para a absorção da mão-de-obra, já que a construção civil é altamente empregadora de mão-de-obra, especialmente aquela não qualificada", diz Gonçalves.

O superintendente técnico afirma que os bancos passaram a lidar de uma forma diferente com o financiamento imobiliário nos últimos anos e que não há relação direta entre essa mudança e a decisão do Conselho Monetário Nacional, que fixou para o segundo semestre deste ano o percentual de 50% da aplicação dos recursos captados na poupança em operações de financiamento.

"O crédito imobiliário hoje está sendo encarado pelos bancos não como uma obrigatoriedade, não como uma determinação sobre percentuais. Tendo demanda, o interesse que os bancos têm é alocar recursos onde existem pessoas com capacidade de pegar os recursos e retornar. É importante que os empréstimos sejam feitos, as pessoas sejam atendidas com recursos para comprar sua moradia, mas é importante que os recursos voltem para o sistema para que novas operações sejam feitas."

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)