Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/09/2007 08:39

Filho ainda por nascer poderá ser dependente no IR

Agência Senado

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (18), por unanimidade, projeto que se destina a incluir filhos ou enteados nascituros - ou seja, ainda em gestação - no rol de dependentes para fim de dedução na base de cálculo do Imposto de Renda Pessoa Física. O PLS 7/07, de autoria do senador Francisco Dornelles (PP-RJ), foi relatado pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO), com parecer favorável. A proposta foi acolhida em decisão terminativa.

No parecer, Kátia Abreu diz que Dornelles mostrou sensibilidade ao levar para o Direito Tributário regras de amparo e proteção ao nascituro. Segundo a relatora, o Pacto de San José da Costa Rica, celebrado em 1969 e ratificado pelo Brasil, garante a proteção da vida desde a concepção. Desse modo, argumentou, deixou de haver razão jurídica ou técnica para que a dedução do IR só fosse permitida após o nascimento.

- São várias as despesas com as quais as gestantes têm de arcar mesmo antes do parto, nem todas dedutíveis como despesas próprias. Assim, é justo que lhes seja deferido um valor fixo de dedução, tal como existente para os filhos já nascidos - defendeu.

Desconto em folha

Na mesma reunião, a CAE aprovou proposta que tem por finalidade possibilitar o desconto em folha de pagamento de empréstimo levantado junto às instituições financeiras com a finalidade de permitir a quitação antecipada, de forma mais vantajosa, de contratos de empréstimos e financiamentos firmados com outra instituição. O projeto (PLS 272/06), do senador Valdir Raupp (PMDB-RO), contou com parecer favorável do relator, senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN).

O texto previa ainda hipótese de quitação antecipada, também com desconto em folha, de operação de arrendamento mercantil (leasing). Mas houve exclusão dessa possibilidade depois de alerta do senador Antonio Carlos Júnior (DEM-BA) de que as operações de leasing são beneficiadas com dedução no imposto e renda e, caso fossem antecipadas, perderiam essa vantagem.

Na prática, como explicou Garibaldi, o projeto por ele relatado estende o alcance do crédito consignado - com desconto em folha - às operações de empréstimo que se destinam à quitação antecipada de financiamentos preexistentes. A chamada portabilidade do crédito foi regulamentada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em setembro de 2006, sem prever o desconto em folha das parcelas nessa modalidade de operação.

Pregão

Foi adiado, pela terceira vez, o projeto que amplia o uso do pregão eletrônico nos contratos públicos (PLC 32/07). Um dos pontos mais polêmicos da proposta diz respeito ao uso do pregão na contratação de obras e serviços de engenharia, com discordância do setor da construção. O projeto também prevê o uso, nas demais modalidades de licitação, da inversão de fases - que já é utilizada nos pregões. Por esse mecanismo, as propostas financeiras são abertas logo de início, com validação da que apresente o menor valor caso a documentação técnica e jurídica (habilitação) esteja de acordo com os requisitos do edital. Ou seja, não se examina a proposta de habilitação das demais concorrentes.



Gorette Brandão / Agência Senado

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)