Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/02/2016 20:21

Filhas de casal que torturou sobrinho confirmam castigos à criança

Nyelder Rodrigues e Bianca Biachi, Campo Grande News

As duas filhas do casal que torturou o sobrinho de quatro anos durante rituais de magia negra, em Campo Grande, confirmaram à Polícia que viam a criança sofrer alguns castigos, mas que as torturas mais intensas e que resultaram em queimaduras, fratura e perda da visão era escondidas pelos pais.

As meninas, de 10 e 14 anos, prestaram depoimento nessa tarde na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), sob acompanhamento psicológico. "Elas afirmaram que viam o menino sofrer castigos, como ficar de joelho ou sem comer, mas que as demais torturas elas não presenciaram", explica o delegado Paulo Sérgio Laureto.

"Elas também contaram que percebiam as lesões no garoto e questionavam os pais sobre isso, porém eles diziam que eram acidentes domésticos, como queda da cama, entre outros", completa Laureto. Durante o depoimento, ambas garotas afirmaram nunca terem sofrido nenhuma tortura.

O caso - Conforme a polícia, o menino teve lesões graves no corpo causadas por queimaduras, socos e pancadas. Foram verificadas também, conforme o registro policial, ferimentos antigos, como inchaço na região dos testículos e unhas arrancadas.

O casal - ela com 31, ele com 45 - vai responder por tortura qualificada e abandono de incapaz. A pena é superior a 10 anos de prisão. As sessões brutais contra a criança aconteciam de três a quatro vezes por semana. A família mora em um conjunto de casas na rua Maracaju, Centro.

Além deles, um primo do garoto, de 18 anos, também é suspeito de participar das agressões e foi preso em Aquidauana - cidade localizada a 135 km de Campo Grande. De lá, ele foi transferido para a Depac (Delegadia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, na Capital, onde permanecerá preso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)