Cassilândia, Domingo, 30 de Abril de 2017

Últimas Notícias

02/10/2013 20:17

FFMS "lava as mãos" e Corinthians deve perder mando de até 10 jogos

Helton Verão, Campo Grande News

A FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) decidiu "lavar as mãos" e não enviou nenhuma justificativa à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) hoje (02) sobre a garrafa atirada, que atingiu o bandeirinha Bruno Salgado Rizo, no último domingo, no Estádio Pedro Pedrossian, o Morenão, na partida Portuguesa e Corinthians, válida pelo Campeonato Brasileiro da Série A. A decisão pode levar o timão a perder o mando de até 10 jogos pelo torneio nacional.

A entidade tinha até 72 horas (a contar da realização da partida), para enviar um boletim de ocorrência e até se mobilizou para identificar o autor, mas após negativa da Polícia Militar e da Pavilhão Nove de Mato Grosso do Sul sobre um responsável, o vice presidente Marco Antônio Tavares desistiu de “defender” o caso.

“Tínhamos um acordo com a torcida que eles iriam apresentar o rapaz, porque diziam saber quem era. Mas depois eles negaram isso a vocês (Campo Grande News) e soltaram uma nota que não havia conversa nenhuma com a gente, agora deixa eles serem punidos”, conta Tavares.

O vice-presidente se refere a declaração do presidente da Pavilhão Nove-MS, Ton de Almeida que ontem afirmou não saber quem atirou a garrafa e mais tarde divulgou nota em uma rede social, negando o acordo com os dirigentes da FFMS.

Tavares chegou afirmar que dois torcedores haviam sido retidos no momento da agressão, mas o comandante da Polícia Militar, tenente-coronel Kleber Haddad, não confirmou a situação e que ninguém foi detido no domingo. Existia a suspeita da garrafa ter partido de onde estava a Gaviões da Fiel, do estado de São Paulo.

Com isso, o Corinthians, que já foi punido com quatro jogos fora de São Paulo, pode perder o mando de mais dez. Assim, o clube não atuaria no Pacaembu mais este ano.

A garrafa plástica atingiu a cabeça do bandeirinha Rizo, que comunicou o árbitro Raphael Claus. O fato foi mencionado na súmula. "Foi atirada uma garrafa plástica de água contendo líquido em seu interior, atingindo a cabeça do árbitro assistente nº 2. A mesma foi atirada do local onde se encontrava a torcida do S.C. Corinthians Paulista. Informo que o Assistente não necessitou de atendimento médico", escreveu Claus.

De acordo com o artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), a pena por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo" varia de R$ 100 a R$ 100 mil, além da perda de um a dez jogos de mando.

A equipe também foi punida na Copa do Brasil, por conta dos torcedores que usaram sinalizadores no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, no jogo de ida contra o Luverdense. A perda de dois mandos poderá fazer com que o Corinthians jogue uma eventual final longe de São Paulo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 30 de Abril de 2017
09:00
Maternidade
Sábado, 29 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)