Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

15/09/2008 16:06

Fetems discute como defender piso dos professores

Jefferson da Luz/Campo Grande News

Amanhã às 8h30, a Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) realizará um seminário para discutir a lei federal que instituiu o piso dos professores no valor de R$ 950.

A categoria é a favor do piso, mas está preocupada com possibilidade da lei ter sua constitucionalidade questionada pelo poder público. Durante o evento o assessor técnico de políticas salariais da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, Eduardo Ferreira fará uma palestra sobre a constitucionalidade da lei.

Segundo a entidade, a PGE (Procuradoria Geral do Estado) está se preparando para em entrar com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade).

A preocupação do governo seria o aumento de despesa por parte do Estado e municípios, já que a lei, que passa a valer a partir de janeiro de 2008, também prevê maior tempo para os professores em atividades fora de classe, como por exemplo: correção e preparação de provas.

Mesmo que na média, o Estado e os municípios de Mato Grosso do Sul, já paguem a cima do piso, a preocupação seria com o aumento da contratação de professores que a lei deve causar.

A Fetems considera incompreensível, alegar a inconstitucionalidade da lei, como já estão fazendo alguns estados, e prefeituras.

O seminário será realizado no teatro Aracy Balabanian, na rua 26 de agosto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)