Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/05/2005 15:39

Fetems: comissão contesta na Justiça apreensão de urnas

Fabiana Silvestre / Campo Grande News

Após ter o pedido de reconsideração da sentença negado pelo juiz da Vara Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Dorival dos Santos, a comissão eleitoral que conduziu a eleição da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) entrou hoje com agravo junto ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).
Conforme o advogado do grupo, Valeriano Fontoura, a intenção é reverter a apreensão das urnas e documentação referente à eleição, realizada no último dia 21 de abril.
“Esperamos que a decisão saia em dois ou três dias”, informa.
Sobre o pedido de reconsideração da sentença do juiz Santos, Fontoura destaca que foi indeferido “por hora”, podendo ser apreciado posteriormente.
O pedido de busca e apreensão das urnas e materiais da eleição atendeu à ação cautelar, com pedido de liminar, do segundo colocado na eleição, José Borges Neto. Ele questiona a legalidade do pleito e o fato de que filiados à entidade inadimplentes puderam votar em Campo Grande. Já os do interior do Estado, segundo ele, teriam sido impedidos.
A Fetems, maior entidade sindical do Estado, representa 25 mil trabalhadores da educação e movimentou, em 2004, cerca de R$ 2,8 milhões.
A eleição ocorrida no dia 14 foi disputada por três chapas e teve uma grande abstenção: só 11,7 mil dos 18 mil eleitores aptos a votar compareceram às urnas. A chapa encabeçada por Jaime Teixeira venceu com 4108 votos; Borges teve 3742 e a professora Antônia Joana da Silva, 2853.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)