Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

01/07/2004 21:44

Festival promoverá integração cultural da América do Sul

Alessandra Bastos/ABr

Apesar da proximidade territorial, a troca cultural entre os países da América do Sul ainda é pequena. “Conhecemos a literatura argentina, por exemplo, quando ela já é conhecida nos países desenvolvidos e não como uma coisa nossa”, afirma o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim. O Brasil quer agora diminuir essa distância. Para isso realizará, de 17 a 25 de setembro, o Festival da América do Sul.

O palco escolhido para o evento é a fronteira com a Bolívia, que fica na cidade de Corumbá, no Pantanal do Mato Grosso do Sul. O Festival foi lançado hoje, no Palácio do Itamaraty, pelo ministro Celso Amorim e pelo governador do estado do Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda. “Fomos educados a acreditar que as coisas só chegariam pelo oceano, vindas da Europa. Percebi que chilenos e bolivianos também acreditam nisso. Foi em cima desse pensamento que criamos o Festival”, conta o governador.

O encontro tem como proposta fazer um grande intercâmbio cultural entre Argentina, Brasil, Chile, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. “Ele vai marcar a história da integração que o presidente Lula tem defendido para a América do Sul”, aposta José Orcírio. O festival América do Sul será patrocinado pelo Banco do Brasil, que investirá de R$ 2 milhões.

Já estão confirmados os shows dos brasileiros Milton Nascimento e Almir Sater e dos argentinos Mercedes Sosa e Fito Paez. Peças teatrais serão encenadas nas ruas e praças de Corumbá. Mostras de filmes de curta-metragem ao ar livre, de longa-metragem e de vídeos independentes também poderão ser vistas. Feiras de artesanato, cerâmica, livro, CD e instrumentos produzidos na América do Sul e exposições de artes plásticas coletivas destacando os principais movimentos artísticos da América do Sul também poderão ser visitadas.

Mas o Festival não será só de festas e atrações artísticas. Seminários, palestras e discussões sobre meio ambiente, turismo sustentável e integração também farão parte do evento. As relações econômicas, formação étnica, integração física, ritmos sul-americanos, afinidades artísticas e históricas, a palavra dos povos sul-americanos, a boa fase do cinema latino e o patrimônio da América do Sul para a humanidade são alguns dos temas que serão debatidos entre os treze países.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)