Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/02/2006 12:34

Ferrugem asiática fica mais agressiva no Mato Grosso

Rede Rural

A agressividade da ferrugem asiática na atual safra está surpreendendo os agricultores de Mato Grosso. Em algumas regiões, a incidência da doença alcançou níveis tão altos que as lavouras estão sendo simplesmente abandonadas. Mesmo os sojicultores que se destacam como grandes produtores da oleaginosa em municípios como Rondonópolis, Campo Verde e Primavera do Leste, estão enfrentando dificuldades para controlar a doença.

Segundo especialistas, o ataque da ferrugem asiática em lavouras de soja já colhidas, cerca de 30% em todo o Estado, é um dos fatores que contribuem para agravar o problema. Quem esperava produzir até 3.600 quilos, ou 60 sacas por hectare, está colhendo em torno de 3.300 kg/ha, ou 55 sacas.

Além dos municípi os do Sul do Estado, no Norte e no Médio-Norte os sojicultores estão gastando mais do que projetavam com a aplicação de fungicidas para combater a ferrugem asiática. A situação é mais grave em Nova Mutum, Sorriso, Santa Rita do Trivelato, Campo Novo do Parecis e Sapezal. Nos dois últimos municípios, muitos produtores de soja já desistiram de combater a doença porque as lavouras não têm mais salvação.

Ministério faz balanço da visita de técnicos europeus

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Gabriel Alves Maciel, deve fazer um balanço, ainda hoje, dos resultados da visita que técnicos europeus fizeram a fazendas, frigoríficos e laboratórios de Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul. Eles verificaram, de modo especial, os sistemas de combate à febre aftosa, durante a visita que começou dia 23 e terminou ontem.

A União Européia é o principal c omprador de carne bovina do Brasil. No ano passado, o bloco suspendeu as compras de carne bovina de Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo por causa dos focos registrados em rebanhos sul-matogrossenses e do Paraná.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)