Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/11/2011 14:09

Felipe Orro encerra licença e retoma vaga na Assembleia

Campo Grande News/ Wendell Reis

Já estava quase tudo certo para Gerson Claro (PDT) assumir a vaga de Felipe Orro (PDT) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, faltando apenas a publicação no Diário Oficial do Estado, mas Felipe Orro encerrou a sua licença e deve retornar a Casa já na sessão desta quarta-feira (9).

Orro ganhou o direito de retornar porque o primeiro suplente, Ângelo Guerreiro (PSD), renunciou a vaga na sexta-feira (4). Assim, o deputado conseguiu voltar antes que Gerson Claro fosse convocado, embora o mesmo já tivesse até se reunido como presidente da Assembleia, Jerson Domingos (PMDB), para acertar detalhes de sua posse.

O deputado Felipe Orro explicou que tirou 116 dias de licença para tratar de assuntos particulares, que seria a recuperação de seu pai, ex-deputado Roberto Orro,73 anos, e cinco dias para tratamento pessoal, o que somou os 121 dias necessários para a convocação de um suplente.

Orro alega que a volta ocorre porque o pai se recupera bem e sua visão melhorou significativamente. Ele confidenciou que o pai faz tratamento há cinco anos e nunca pode acompanhá-lo. “O médico dele pensou até que ele só tinha duas filhas, porque nunca acompanhei ele”. O comunicado de retorno foi feito hoje.

Questões Políticas - Há quem diga que a licença de Felipe Orro também teria questões políticas. Uns defendem que ocorreu para que Ângelo Guerreiro permanecesse no PDT, o que não aconteceu. Outras pessoas dizem que o objetivo central seria o que acabou acontecendo: O deputado renunciou a vaga de suplente e agora não poderá assumir a vaga se George Takimoto (PSL) ou Felipe Orro se eles forem candidatarem a prefeitura ou renunciarem.

Em meio a tantas especulações também existe o entendimento de que Guerreiro acabou se beneficiando com a situação, pois alega que foi vítima de um golpe para afastá-lo de Três Lagoas. Ao renunciar a vaga Guerreiro disse que não assumiria mandato “emprestado” e que poderia fazer muito mais como oposição a atual administração em Três Lagoas.

Orro nega que tenha tramado algo e diz que se afastou com os 121 dias válidos para convocar suplente para não desfalcar a casa e não dizerem que estava de licença e utilizando do dinheiro do poder público.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)