Cassilândia, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

14/04/2011 08:18

Fazendeiro preso por comercializar agrotóxico falsificado em Mato Grosso

24horasnews

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira, dia 12, três pessoas, entre elas um fazendeiro, acusado de contrabandear e comercializar agrotóxicos falsificados em propriedades no Sul de Mato Grosso. Em um sitio em Rodonópolis foram apreendidos cerca de 4 mil litros do produto falsificado e provavelmente contrabandeados. Pelo valor de mercado tais produtos originais valeriam mais de R$ 350 mil. A PF informou que não foi possível avaliar quanto foi gasto na produção ou o valor das falsificações no momento.

Após o recebimento de denúncia, os policiais acompanharam por alguns dias a quadrilha. Na saída do sitio utilizado como depósito para distribuir o produto falsificado aos compradores os policiais abordaram dois homens que saíam em uma caminhonete F4000. Eles levavam 1.400 litros de produtos falsificados. Ambos e o dono do sítio foram presos e trazidos à delegacia.

Como o depoimento de todos coincidia sobre quem era o dono da carga que estavam respectivamente armazenando, transportando e comprando, os policiais foram enviados para localizar a fazenda do falsário entre os municípios de Rondonópolis e Poxoréu. Após horas de busca, seguindo rastros de trator finalmente foi possível encontrar camuflado na mata em diversas caixas mais de 2.500 litros de agrotóxicos com o mesmo tipo de embalagem.

O uso indiscriminado de agrotóxicos contrabandeados e falsificados tem causado problemas sérios já no curto prazo, não só para a Polícia, mas para a Saúde Pública em Mato Grosso. Pela experiência demonstrada pela análise de produtos falsificados apreendidos, muitas vezes são usado princípios ativos extremamente nocivos à saúde humana e à fauna local, que entretanto tem um custo muito inferior aos dos produtos mais modernos.

Outras tantas vezes o prejudicado é somente o produtor, pois é comum que se faça a diluição dos produtos, sendo comum encontrar produtos com apenas 10 ou 20% do princípio ativo original.

Em estudo divulgado esse ano pela UFMT, foi constatada a presença de traços de agrotóxico no leite materno na maior parte das mulheres testadas em Lucas do Rio Verde, inclusive de produtos banidos no Brasil há décadas, mas ainda fabricados na China e Uruguai. A contaminação da água e dos alimentos quase certamente se repete em outras regiões produtoras e pode trazer defeitos genéticos nos bebês nascidos de mães contaminadas, além de aumentar exponencialmente os casos de câncer a longo prazo.

Por conta dessas consequências é essencial o apoio ao trabalho de repressão desse comércio por parte da Polícia Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e dos órgãos de fiscalização ambiental. Portanto quem puder informar a respeito de quem fabrica, vende e armazena tais mercadorias nocivas deve fazê-lo através do plantão da Polícia Federal (sem necessidade de identificar-se), uma vez que os produtos contrabandeados hoje são disfarçados com falsificações variadas, e é difícil identificar falsários e contrabandistas sem esse apoio da população.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)