Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

Últimas Notícias

07/06/2017 08:20

Fazendeiro é multado em R$ 85 mil por degradar área de preservação em MS

Midiamax

A PMA (Polícia Militar Ambiental) multou um pecuarista em R$ 85 mil por manter gado em uma área protegida onde foram destruídos 17 hectares de matas ciliares de um córrego em Amambai, cidade a 350 quilômetros de Campo Grande. 

Durante fiscalização em uma fazenda, policiais de Naviraí autuaram nesta terça-feira (06) o proprietário rural por degradação de matas de um córrego que corta a propriedade. O infrator mantinha gado degradando as áreas protegidas de nascentes e matas ciliares de uma APP (Área de Preservação Permanente).

De acordo com a PMA, a área de 17 hectares de matas ciliares do córrego, era utilizada para dessedentação e forrageamento do rebanho e se encontrava degradada por processos erosivos, devido ao pisoteio dos animais, causando assoreamento do córrego.

O infrator, de 65 anos, morador de Caarapó, foi autuado administrativamente por danificar área considerada de preservação permanente (matas ciliares) e foi multado em R$ 85 mil. Ele também responderá por crime ambiental e poderá pegar uma pena de detenção de um a três anos.

As atividades foram interditadas e o proprietário rural foi notificado a retirar o gado das áreas e a realizar um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas e Alteradas, junto ao órgão ambiental.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)