Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/04/2010 09:40

Farmácia não pode vender medicamento fitoterápico sem registro

TJMA

Nenhum produto fitoterápico pode ser vendido sem o registro no Ministério da Saúde. Este é o entendimento da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, que reformou decisão de juiz de primeira instância que havia determinado a devolução de medicamentos apreendidos em farmácia de Açailândia pela vigilância sanitária do município.

Os desembargadores Paulo Velten (relator), Jaime Ferreira (revisor) e Anildes Cruz deram provimento ao recurso ajuizado pelo município contra a decisão do juiz de 1º grau, que concedera mandado de segurança à empresa J. Menezes Sobrinho para reaver os produtos. A decisão da 4ª Câmara Cível concluiu pela denegação do mandado.

REVOGADA - De acordo com o relator da apelação cível, ao proferir a sentença o juiz não atentou para a vigência da Resolução n.º 48/2004, da Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelece a obrigatoriedade do registro de todos os medicamentos fitoterápicos. Segundo Paulo Velten, o magistrado de base pautou sua decisão em legislação já revogada.

Na opinião de Velten, ao cumprir sua finalidade institucional de promover a proteção da saúde da população, o município deve apreender os medicamentos vendidos em desacordo com as normas legais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)