Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/03/2004 16:10

Família não tem dúvida de que paranaense foi vítima

Lúcia Nórcio/ABr

A família de Sérgio Santos da Silva, 29 anos, paranaense de São Tomé, afirma que um teste de DNA feito nos restos da roupa que ele usava no momento da explosão do trem no atentado em Madri, na Espanha, não deixa dúvidas de que o corpo localizado no IML da cidade, por uma amiga, é mesmo do pedreiro. Segundo a sogra de Sérgio, Isabel Lourenço Alves, há seis meses ele pediu demissão da empresa em que trabalhava, onde recebia um salário de R$ 350 por mês e, junto com três amigos, foi para a Espanha. Lá, tornou-se mestre de obras e recebia atualmente o equivalente a R$ 2.500 mensais.

A sogra disse que um dos trens explodido era a condução que ele usava diariamente para ir para o trabalho. Na quinta-feira, dia do atentado, conta ela, Sérgio não chegou à empresa. O patrão e os amigos ficaram preocupados e começaram as buscas. Somente ontem a noite é que encontraram o corpo no IML. Sergio deixa viúva Sara Alves da Silva, 21 anos, além de um filho de 4 anos. Segundo a sogra, a mulher de Sérgio não pretendia ir para Madri, porque já estava certo que ele voltaria para o Brasil no próximo mês de setembro.

Isabel disse que um amigo de Sérgio está cuidando do traslado do corpo, ainda sem data para acontecer. De acordo com ela, ninguém da Embaixada do Brasil ou de algum outro órgão oficial entrou em contato ainda com a família.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)