Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/08/2004 10:31

Família de brasileiro preso na Indonésia quer sua volta

Lúcia Nórcio/ABr

A família do paranaense que pode ser condenado à morte por tentar entrar na Indonésia com seis quilos de cocaína escondida em pranchas de surfe está solicitando o apoio do governo brasileiro para que ele seja transferido para o Brasil e julgado de acordo com as leis do país. A mãe de Rodrigo Goularte, Clarrisa Goularte, disse que só soube da prisão na última terça-feira (3/8) e que sofre com a falta de informações sobre a real situação do rapaz.

Rodrigo Goularte foi preso no último sábado (31/7) no aeroporto de Jacarta, rumo a Bali, com dois amigos, levando oito pranchas de surfe onde estava escondida a droga. Ele foi preso juntamente com outros dois amigos brasileiros, que foram liberados. Rodrigo, de 32 anos, passou sem problemas por outros três aeroportos com a droga: em Johannesburgo, na África do Sul, em São Paulo e em Curitiba, onde embarcou levando as pranchas que havia trazido de carro de Florianópolis, onde mora.

Nascido em Foz do Iguaçu e estudando Administração em Santa Catarina, o rapaz sempre gostou de surfe e por duas vezes foi internado em clínicas para dependentes de drogas, mas nunca foi preso. Na Indonésia, a lei pune os traficantes com a morte. Os condenados são executados por um pelotão de fuzilamento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)