Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/10/2010 15:49

Família acredita que jovem foi baleado por engano

Campo Grande News/ Aline Queiroz e Ricardo Campos Jr.

Parentes de Felipe Machado Felício, 19 anos, atingido por um tiro na cabeça ontem à noite acreditam que o rapaz tenha sido baleado por engano. A tentativa de homicídio ocorreu na Avenida Afonso Pena, perto do Parque das Nações Indígenas, onde o grupo de Felipe estava quando foi surpreendido por outros jovens.

Felipe, o irmão Fernando e outros quatro jovens saíram do Shopping Campo Grande e seguiram a pé pela avenida, onde encontrariam o pai de um deles para levá-los em casa.

Quando estavam perto do parque, um grupo de pelo menos três pessoas se aproximou. Entre os autores estava uma moça e um jovem armado.

Segundo o irmão de Felipe, um desconhecido disse apenas: “Você não gosta de bater nos outros? Você não gosta de brigar?”.

Felipe apenas teve tempo de falar: “Pelo amor de Deus, eu não sou disso”.

A explicação de Felipe não foi suficiente para o autor, que descarregou o revólver contra o jovem e o grupo.

O tiro acertou a cabeça do rapaz, que está internado em estado gravíssimo na Santa Casa de Campo Grande.

O irmão da vítima conta que conseguiu jogar uma pedra contra o autor, que fugiu com o grupo para dentro do Parque das Nações Indígenas através das grades.

Fernando parou um carro que passava pela avenida e o médico que dirigia o veículo prestou os primeiros socorros a Felipe.

Ele está internado no hospital, onde a família está concentrada à espera de informações.

“Ele não era uma pessoa de briga. Mal saía de casa. Terminou recentemente o ensino médio e ia prestar vestibular no fim ano”, lamenta a mãe, que não quis se identificar.

Ela ressalta que o jovem é pacífico e não tinha antecedentes criminais. Antes de ir ao shopping, Felipe visitou a namorada.

Abalados - O irmão de Felipe ficou em estado de choque e só conseguiu ir ao hospital às 3 horas de hoje, cerca de cinco horas depois do crime.

Uma prima de Felipe, que tem grande ligação com o jovem, estava grávida e perdeu o bebê ao receber a notícia. A moça, cujo nome é preservado pela família, está internada na maternidade Cândido Mariano.

Suspeitos - Entre o grupo dos autores está uma jovem, que estava com casaco bege. Além das descrições físicas, testemunhas apontam esta roupa como um detalhe que possa levar à autoria da tentativa de homicídio.

Testemunhas dizem ter visto depois do crime o grupo andar de moto pela Avenida Afonso Pena. Familiares também afirmam que um grupo com as mesmas características perto do hospital.

”A única coisa que a gente pede é que todo mundo ore para que tudo dê certo”, finaliza outra prima sem se identificar. Os familiares contam que estão abalados e com medo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)