Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/02/2008 10:19

Famasul espera que a cota de exportação acabe hoje

Fernanda Mathias/Campo Grande News

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) espera que nesta segunda-feira o Tribunal de Justiça aprecie o pedido e liminar para acabar com a limitação das exportações de soja em grão estabelecida pelo governo do Estado. A informação é do advogado da entidade, Gervásio Alves de Oliveira Junior.
A equivalência entre exportação e vendas internas do grão foi criada no governo passado, como forma de o Estado amenizar as perdas da Lei Kandir, que isenta os produtos primários exportados de ICMS. Porém, os produtores alegam que ficam menos competitivos e perdem com a cota de exportação. O atual governo aumentou esta equivalência e hoje é preciso destinar ao mercado interno exatamente o mesmo que é exportado.

Segundo Gervásio, o mandado de segurança assinado pela Famasul, ANEC (Associação Nacional dos Exportadores de Cereais) e OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras), e protocolado há uma semana no Tribunal de Justiça, já está com o Desembargador-relator Julizar Barbosa Trindade, designado para apreciar o pedido de liminar. "Por ser um mandado de segurança o processo tem uma tramitação bem mais rápida e por isso a nossa previsão é de que seja julgado nos próximos dias", comentou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)